Atlético MG

Atlético-MG se posiciona sobre novo treinador e dá prazo para anúncio do nome escolhido

Fabio Utz
Carlos Carvalhal é um dos nomes cotados pelo Galo
Carlos Carvalhal é um dos nomes cotados pelo Galo / Quality Sport Images/GettyImages
facebooktwitterreddit

Diante da dificuldade de anunciar um novo treinador, o Atlético-MG publicou na noite desta quinta-feira uma nota oficial com o objetivo de tranquilizar a sua torcida. Ao mesmo tempo, praticamente estabeleceu um prazo para anunciar o nome do profissional escolhido: final da próxima semana.

Segundo o texto, o presidente Sérgio Coelho e o diretor de futebol Rodrigo Caetano, além de Renato Salvador, Rafael Menin e Ricardo Menin (3 dos 4R's), estão conduzindo as negociações. O clube, conforme o comunicado tem como objetivo contratar um treinador que, ao lado do elenco, seja protagonista em 2022. "Esse é um princípio do qual não abrimos mão. Por isso, faz-se necessário que sejamos perfeccionistas neste processo, para minimizar chances de erro", disse Coelho.

Jorge Jesus Técnico Treinador Atlético-MG
Jorge Jesus disse 'não' ao Atlético-MG / Soccrates Images/GettyImages

O Atlético-MG, desde a saída de Cuca, tem feito entrevistas com diversos técnicos. E sempre deixa claro que um dos valores a serem mantidos no trabalho é o respeito à comissão técnica permanente montada na Cidade do Galo, formada por médicos, fisioterapeutas, fisiologistas, analistas de desempenho, treinadores de goleiro e preparados físicos. "Estamos trabalhando incansavelmente", garantiu Caetano. Jorge Jesus disse 'não' ao clube, que se voltou para outro português, Carlos Carvalhal. No entanto, já existem informações de que este nome pode seguir no Braga.

COMUNICADO DO ATLÉTICO-MG

A fim de tranquilizar a Massa Atleticana, e diante das inúmeras especulações sobre o novo comandante da equipe campeã brasileira e da Copa do Brasil, o Atlético esclarece que a diretoria está trabalhando incansavelmente para buscar um profissional que esteja à altura do projeto do Clube, de estar entre os mais vencedores da América Latina, nos próximos anos.

Dentro de um processo criterioso e responsável, e que tem seu rito (que não é rápido), o objetivo final é ter treinador e elenco protagonistas em 2022, assim como ocorreu em 2021. “Esse é um princípio do qual não abrimos mão”, afirma o presidente Sérgio Coelho. “Por isso, faz-se necessário que sejamos perfeccionistas neste processo seletivo, para minimizar chances de erro”.

As negociações têm tido participação direta do presidente Sérgio Coelho; do diretor de futebol Rodrigo Caetano; e de 3 dos 4R's: Renato Salvador, Rafael Menin e Ricardo Guimarães, todos membros do órgão colegiado que participa do processo de cogestão do Clube.

Esse grupo tem feito inúmeras entrevistas com possíveis treinadores e pontuado alguns valores, entre os quais o do respeito à comissão técnica permanente do Galo, que inclui médicos, fisioterapeutas e fisiologistas; analistas de desempenho, treinadores de goleiro e preparadores físicos.

“Estamos trabalhando incansavelmente”, diz Rodrigo Caetano. “Não paramos um dia sequer, desde a saída do Cuca”.

O vice-presidente José Murilo Procópio também acompanha o processo. Em relação ao elenco e possíveis reposições, o trabalho não parou, embora a prioridade neste momento esteja voltada para a busca do comandante técnico.

Até o final da próxima semana, o Atlético deverá ter boas novas para a torcida mais apaixonada e engajada do Brasil. Vamos juntos, Massa!

Para mais notícias do Atlético Mineiro, clique aqui.

facebooktwitterreddit