Brasileirao Série A

Atlético-GO faz dois gols em oito minutos e impede reação do Red Bull Bragantino no Brasileirão

Bia Palumbo
Diego Churín colocou um ponto final no jejum de seis jogos sem marcar
Diego Churín colocou um ponto final no jejum de seis jogos sem marcar / Ricardo Moreira/GettyImages
facebooktwitterreddit

Embalado após vitória emblemática no Uruguai, o Atlético-GO encarou o Red Bull Bragantino no Estádio Antônio Accioly, em Goiânia, e fez bonito diante de sua torcida, ganhando confiança para conseguir deixar a zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro na próxima rodada.

O primeiro tempo foi equilibrado. O Massa Bruta buscava a quinta vitória nos últimos seis jogos, mas o Dragão voltou melhor no segundo tempo e abriu 2 a 0 em um intervalo de oito minutos, com golaço de Marlon Freitas - que se emocionou bastante na comemoração - e outro de Diego Churín.

"A emoção do gol é pela cobrança que tenho com o meu trabalho. Não importa o que vem de fora, mas o que vem de dentro. Estou me entregando de corpo e alma, às vezes o resultado não vem. Vitória boa para o Brasileiro, mas agora é virar a chave e pensar no próximo jogo."

Marlon Freitas, capitão do Atlético-GO

O Red Bull Bragantino ainda diminuiu o placar com Luan Cândido, lateral que apareceu no meio da área para chutar firme e balançar a rede do goleiro Renan. Wellington Rato quase virou, mas a bola passou perto e a arbitragem ainda deu cinco minutos de acréscimos, porém nada que alterasse o rumo nem o resultado da partida.

Neste momento o Atlético-GO está em 18º lugar, com 20 pontos, dois atrás do Coritiba, o primeiro fora da zona de rebaixamento. Já o clube de Bragança Paulista ocupa a oitava posição, com 30 pontos.

facebooktwitterreddit