Copa Libertadores

Athletico Paranaense sofre contra o Caracas na estreia da Libertadores; veja os destaques

Bia Palumbo
Contratado após se destacar no Red Bull Bragantino, Cuello estreou pelo Furacão e foi titular
Contratado após se destacar no Red Bull Bragantino, Cuello estreou pelo Furacão e foi titular / YURI CORTEZ/GettyImages
facebooktwitterreddit

Campeão da Sul-Americana, o Athletico Paranaense iniciou a caminhada na Libertadores nesta terça-feira (5), quando visitou o Caracas no Estádio Olímpico da UCV (Universidade Católica da Venezuela), e arrancou um empate sem gols diante do time venezuelano.

Este confronto abriu a 1ª rodada do grupo B, que ainda tem Libertad (Paraguai) e The Strongest (Bolívia), que estreiam apenas na quarta (5).

1. Baroja

Goleiro venezuelano estava em noite inspirada e apareceu bem principalmente ao defender chute de fora da área de Christian e cobrança de falta de Terans. Cria do Caracas, já atuou no Equador e até na Grécia.

2. Vitor Bueno

Vitor Bueno
Jogador é um dos reforços do Athletico Paranaense para 2022 / Miguel Schincariol/GettyImages

Meio-campista entrou no segundo tempo e deu mais mobilidade à equipe que sentia falta de alguém mais criativo para se aproximar dos atacantes

3. Hugo Moura

4. Bento

Curitibano de 22 anos, goleiro assumiu a titularidade com a ida de Santos para o Flamengo. Formado na base, o jovem correspondeu à confiança do técnico Alberto Valentim ao aparecer bem quando foi exigido, principalmente em chute de Akinyoola, que nos acréscimos puxou contra-ataque e ficou cara a cara com o goleiro. A bola ainda quicou, mas o brasileiro se esticou todo e mandou para escanteio, garantindo o ponto para o rubro-negro.

5. Terans

Uruguaio protagonizou as melhores chances do Furacão na partida, mas faltou pontaria e também parou na boa atuação do goleiro

facebooktwitterreddit