Brasileirao Série A

As últimas notícias de Santos e São Paulo antes do clássico pelo Brasileirão

Lucas Humberto
Tricolor Paulista e Peixe têm preocupações para o San-São da próxima segunda-feira (02)
Tricolor Paulista e Peixe têm preocupações para o San-São da próxima segunda-feira (02) / Alexandre Schneider/GettyImages
facebooktwitterreddit

Quem diria que o principal clássico da quarta rodada do Campeonato Brasileiro ficaria para a segunda-feira (02), certo? De qualquer maneira, o San-São é sempre imperdível. Abaixo, nós detalhamos as últimas novidades de São Paulo e Santos antes do duelo que pode promover muitas mudanças na tabela.


Morumbi cheio, preocupação e descanso de artilheiro: o São Paulo do San-São

Até a noite desta sexta-feira (29), o São Paulo havia vendido 20 mil ingressos para o clássico. Há expectativas de grande público no Morumbi na próxima segunda. Boas notícias de um lado, preocupação do outro. Gabriel Sara ainda não havia nem se recuperado 100% da lesão sofrida no tornozelo direito, e está novamente entre os potenciais problemas de Rogério Ceni.

Na vitória do Tricolor diante do Jorge Wilstermann, pela Copa Sul-Americana, o meia sofreu uma nova pancada no mesmo local da contusão anterior. Ele retornou ao Brasil com pé direito imobilizado e, posteriormente, fará exames para detectar o grau do ferimento. Diante do cenário, o camisa 21 está praticamente descartado do San-São.

Por outro lado, quem está para lá de confirmado é Jonathan Calleri, que ganhou um merecido descanso e sequer esteve junto ao restante da delegação no compromisso sul-americano. Ceni não o poupou por acaso. Antes do confronto em Cochabamba, o argentino tinha atuado incríveis 730 minutos, perdendo apenas para Jandrei (787) e Igor Gomes (736), segundo o ge.


Tabu de Bustos, lesão de Ângelo e posição de Goulart: o Santos do San-São

Contra o São Paulo, o Santos busca uma vitória dupla. Para além dos óbvios três pontos para se manter na ponta do Brasileirão, o Peixe tenta vencer a primeira partida longe dos seus domínios com Fabián Bustos no comando. Aliás, fora da Vila Belmiro, a equipe triunfou apenas duas vezes em 12 oportunidades no ano, com direito a outros seis empates e quatro derrotas.

Para infelicidade do torcedor, o Alvinegro Praiano irá tentar emplacar outro bom resultado no torneio nacional sem a presença de Ângelo. Neste sábado (30), o atacante teve uma lesão muscular na posterior da coxa direita diagnosticada. De acordo com o Santos, ele irá passar por um trabalho individual de reequilíbrio muscular.

Sem a presença do atacante, a potencial escalação de Bustos é: João Paulo; Madson, Maicon, Eduardo Bauermann e Lucas Pires; Rodrigo Fernández, Vinícius Zanocelo, Lucas Braga (Lucas Barbosa) e Jhojan Julio; Léo Baptistão (Ricardo Goulart) e Marcos Leonardo. E, por falar em Goulart, o camisa 10 novamente deverá atuar nos metros finais. Ao ge, ele falou sobre a nova função:

"Eu vinha jogando num 4-2-3-1, como meia. No Paulista foi assim. Tive bons números. Sou muito bem adaptado nessa função, por bons clubes que passei tive bons números. Agora estou tentando me adaptar ao esquema do professor. É uma coisa nova. Estou me adaptando a jogar sem meia, como atacante. Vou me adaptar e fazer meu trabalho"

Goulart ao ge
facebooktwitterreddit