Futebol brasileiro

As lições que Abel Ferreira tira da vitória do Palmeiras no primeiro jogo após o Mundial de Clubes

Matheus Nunes
Breno Lopes entrou no segundo tempo e deixou o dele
Breno Lopes entrou no segundo tempo e deixou o dele / Silvio Avila/GettyImages
facebooktwitterreddit

Único time invicto do Campeonato Paulista, o Palmeiras conquistou mais uma vitória nesta quarta-feira (16), quando superou a Ferroviária por 2 a 0, com gols de Murilo e Breno Lopes. Esta foi a primeira partida após o vice no Mundial de Clubes.

Abel Ferreira deu sequência ao planejamento na temporada e novamente escalou um time alternativo, utilizando nove jogadores dos 16 que entraram em campo diante do Chelsea no último final de semana. Porém, os quatro que mais se destacaram em Araraquara sequer enfrentaram os ingleses.

Para começar podemos falar de Murilo. Além de se destacar atrás ganhando quase todas as jogadas sobre os atacantes adversários, o zagueiro contratado nesta temporada abriu o placar, é o artilheiro do time no Paulistão e com isso mostrou que ele pode ser uma boa alternativa com a ausência de Gustavo Gómez, que é convocado com frequência para a Seleção Paraguaia, ou pode mesmo fazer dupla com ele na vaga de Luan, questionado no duelo diante dos ingleses.

Outro nome escalado desde o início em Araraquara foi o chileno Kuscevic, que acertou todos os 57 passes que tentou, passou segurança e fez uma partida sólida. Assim como o companheiro de zaga, assistiu ao jogo diante do Chelsea do banco de reservas e desta vez ajudou o time a sair de campo sem ser vazado.

Quem também balançou a rede foi Breno Lopes. Ele entrou apenas no 2º tempo, jogou cerca de 30 minutos e aproveitou a oportunidade. O camisa 19 precisou de apenas três minutos em campo para fazer o segundo gol do Palmeiras e ainda finalizou com perigo na outra vez que chutou no gol, mas Saulo fez boa defesa.

Com uma atuação discreta de Rafael Navarro, o atacante pode ganhar o espaço do ex-jogador do Botafogo. O jovem atacante chegou a atuar alguns minutos no Mundial, mas pouco produziu.

Fora da lista de inscritos do Mundial, Patrick de Paula também foi bem contra a Ferroviária. Titular, ele correspondeu à expectativa ao participar bastante do jogo, com movimentação por ambos os lados, e ainda deu assistência - cruzou a bola que Murilo cabeceou para o fundo da rede. O camisa 5 ainda finalizou três vezes, sendo uma delas na direção da meta de Saulo.

Companheiro dele no meio de campo, Jailson parece ser a contratação que se adaptou mais rápido ao time. Muito eficiente na marcação e na proteção aos zagueiros, teve participação importante na criação das jogadas, como no lance do segundo gol, puxando contra-ataque com inteligência.

As cinco substituições de Abel Ferreira contra a Ferroviária foram do meio para frente - apenas Atuesta estava entre os 11 e jogou durante os 90 minutos.

Apesar de reunir bons índices em termos de estatísticas, Atuesta pareceu perdido em campo, aparecendo mais nas jogadas de bola parada. O meio-campista colombiano é um dos mais contestados por torcedores nas redes sociais.

Líder do grupo C, o Palmeiras tem a melhor campanha do estadual (13 pontos, sendo quatro vitórias em cinco jogos) e volta a campo no próximo sábado (19), contra o Santo André, no Allianz Parque.

facebooktwitterreddit