Brasileiro Série B

As chances de acesso e rebaixamento após o final da 29ª rodada da Série B

Lucas Humberto
Thaciano fez a diferença no confronto direto entre Grêmio e Vasco da Gama
Thaciano fez a diferença no confronto direto entre Grêmio e Vasco da Gama / Donaldo Hadlich/Código19/Gazeta Press
facebooktwitterreddit

A 29ª rodada do Brasileirão Série B chegou ao fim com favoritos confirmando triunfos, briga intensa para fugir da zona do rebaixamento, Grêmio e Vasco da Gama protagonizando um confronto direto pelo G4 e muito mais. A vitória do Imortal em casa, por 2 a 1, vale ressaltar, ampliou a chance de acesso dos comandados de Renato Gaúcho para expressivos 91%.

Em paralelo, a possibilidade de os cariocas disputarem a Primeira Divisão em 2023 despencou para 45,6%. Com 45 pontos e quatro derrotas nos últimos cinco compromissos, a equipe de Jorginho viu a diferença para o Londrina, primeiro time fora do G4, cair para apenas um ponto. Qualquer tropeço pode mudar a configuração da Segundona por inteiro.

As chances de acesso à Série A

  • 1º - Cruzeiro: 99% - 62 pontos
  • 2º - Bahia: 97,3% - 51 pontos
  • 3º - Grêmio: 91,1% - 50 pontos
  • 4º - Vasco: 45,6% - 45 pontos
  • 5º - Londrina: 31,8% - 44 pontos
  • 6º - Ituano: 10,3% - 40 pontos
  • 7º - Sport: 6,2% - 40 pontos
  • 8º - CRB: 4,5% - 40 pontos
  • 9º - Tombense: 4,2% - 39 pontos
  • 10º - Ponte Preta: 3,3% - 39 pontos
  • 11º Sampaio Corrêa: 2,9% - 39 pontos
  • 12º Criciúma: 2,7% - 38 pontos

Com informações do Departamento de Matemática da UFMG.

Nas posições finais, a briga promete ser ainda mais intensa, sobretudo pela proximidade dos envolvidos. A diferença entre o Novorizontino, 13º colocado, para o lanterna Náutico é de apenas seis pontos, ou seja, duas rodadas podem inverter completamente o cenário. Na zona da degola, a margem de erro é quase nula.

As chances de rebaixamento à Série C

  • 1º - Náutico: 82,9% - 27 pontos
  • 2º - Guarani: 73,8% - 29 pontos
  • 3º - Operário: 50,7% - 30 pontos
  • 4º - Vila Nova: 49,1% - 31 pontos
  • 5º - Brusque: 47,2 % - 31 pontos
  • 6º - CSA: 34,1% - 32 pontos
  • 7º - Novorizontino: 30,4% - 33 pontos
  • 8º - Chapecoense: 29,8% - 32 pontos

Com informações do Departamento de Matemática da UFMG.

facebooktwitterreddit