Futebol brasileiro

As campanhas de Athletico-PR e Red Bull Bragantino na Sul-Americana, em números

Lucas Humberto
Pedro Rocha é um dos destaques da campanha do Furacão
Pedro Rocha é um dos destaques da campanha do Furacão / Pool/Getty Images
facebooktwitterreddit

Torcedores mais entusiasmados podem reservar hotel para uma semana inteira em Montevidéu, uma vez que, além da final brasileira da Conmebol Libertadores - Palmeiras x Flamengo -, o Estádio Centenário receberá outra decisão entre times canarinhos, desta vez pela Copa Sul-Americana: Athletico-PR contra Red Bull Bragantino, no dia 20 de novembro, sete dias antes do confronto pela Glória Eterna.

Dominantes, Furacão e Massa Bruta fizeram história em termos numéricos e certamente colocaram o ano de 2021 na memória da torcida. Abaixo, nós destrinchamos as principais estatísticas envolvendo os clubes.


A consolidação do Furacão

Athletico-PR RB Bragantino Copa Sul-Americana
Furacão pode vencer sétimo título desde 2018 / RAUL MARTINEZ/Getty Images

Dono do terceiro melhor ataque do torneio continental, o Athletico Parananense encontrou o caminho das redes 21 vezes e sofreu 16 gols. Vitinho e David Terans despontam como artilheiros da equipe, com quatro tentos na conta de cada um. No âmbito das assistências, ninguém trabalhou mais que Nikão, responsável por entregar cinco passes para gol. Em 12 jogos, Kayser e seus companheiros venceram 10. Ninguém ganhou mais que eles...

Com vaga confirmada na final, o Furacão pode conquistar seu sétimo título desde 2018, tendo vencido anteriormente a própria Sul-Americana, a Copa do Brasil (2019), a J. League/Conmebol (2019), além de três Estaduais (2018, 2019 e 2020). Nesse período, o cube triunfou em 31 dos últimos 39 mata-matas.

Para além das questões estatísticas, os paranaenses se mostram empenhados na missão de consolidar o projeto. Dos inicias no duelo da volta contra o Peñarol, em partida da semifinal, quatro jogadores estavam no plantel que levantou a taça do campeonato em 2018: Santos, Thiago Heleno, Zé Ivaldo e Nikão. Dobradinha em 2021?


Massa Bruta: novidade cheia de história e recordes quebrados

Red Bull Bragantino Athletico-PR Copa Sul-Americana
Red Bull Bragantino fez história ao se garantir na final / NATHALIA AGUILAR/Getty Images

Se o adversário da final tem a terceira melhor campanha, o Red Bull Bragantino aparece logo atrás, com apenas um gol de diferença - 21 do Athletico-PR contra 20 dos paulistas. Em contrapartida, ainda seguindo o fluxo de comparação com o oponente, o Massa Bruta sofreu a metade dos tentos: apenas oito. A artilharia da equipe ficou por conta de Artur, que foi às redes sete vezes, além de ter liderado o time nas assistências, tendo entregado quatro passes para gol. Brilhante...

Ao longo do campeonato, os comandados de Maurício Barbieri venceram nove jogos, sendo a segunda equipe com mais vitórias. Desses, cinco triunfos aconteceram de forma consecutiva como visitantes, marca inédita na história da competição.

Da Série B ao topo do continente, o RB Bragantino não só está disputando sua primeira competição internacional depois de 25 anos, como marcou seu nome na Sul-Americana. Futuro vencedor? Descobriremos no dia 27 de novembro...


Para compor esse artigo, utilizamos os dados estatísticos e informações do site oGol.

facebooktwitterreddit