Real Madrid

As 7 lendas do Real Madrid que saíram pela porta dos fundos

Lucas Humberto
Sergio Ramos, Iker Casillas, Zidane e mais: saiba quem foram as lendas do Real Madrid que saíram pela porta dos fundos.
Sergio Ramos, Iker Casillas, Zidane e mais: saiba quem foram as lendas do Real Madrid que saíram pela porta dos fundos. / Michael Regan/Getty Images
facebooktwitterreddit

As discussões envolvendo uma provável continuidade de Sergio Ramos no Real Madrid levaram meses. No fim das contas, o lendário zagueiro se despediu dos merengues. Ele não foi o único. Ao longo dos anos, Los Blancos tiveram grandes jogadores no elenco, mas nem todos saíram pela porta da frente. Aparentemente, saídas conturbadas são moda na equipe de Florentino Pérez. Acompanhe.

7. Alfredo Di Stéfano

Alfredo di Stefano Real Madrid
Argentino está entre os maiores da história dos Blancos. / STAFF/Getty Images

Miguel Muñoz, então técnico do Real Madrid, fez o presidente se decidir entre ele ou Di Stéfano. Como o argentino já não era tão jovem e os merengues tinham acabado de perder a Copa dos Campeões de 1964 para a Inter de Milão, ele acabou sendo vendido ao Espanyol.

6. Vicente del Bosque

Vicente del Bosque Real Madrid
Anos depois, ele retornou ao time como treinador. / Clive Mason/Getty Images

Campeão Mundial com a Espanha em 2010, Vicente del Bosque deixou o Real Madrid em 2003 depois de acumular uma pilha de taças. À época, o presidente achou que o clube precisava de uma reforma e acabou dispensando o espanhol. Ledo engano...

5. Raúl Gónzalez

Raul Gonzalez Blanco Real Madrid LaLiga
Gónzalez está no rol de artilheiros merengues. / Quality Sport Images/Getty Images

Peça chave dos Blancos no final dos anos 90, quando chegou ao time, Gónzalez só se despediu dos merengues 16 anos anos depois. Durante muitas temporadas, o espanhol conquistou uma legião de torcedores, que o apelidaram de Raúl Madrid. Saiu em 2010, por motivos pessoais, e foi parar no Schalke 04, da Bundesliga.

4. Iker Casillas

Iker Casillas Real Madrid Espanha
Arqueiro é considerado o melhor da história da Espanha e um dos melhores do mundo. / Juan Manuel Serrano Arce/Getty Images

Um dos melhores goleiros da história, Casillas dedicou 25 anos da sua carreira ao gigante espanhol. Infelizmente, não teve um bom encerramento nos idos de 2015, quando as substituições de José Mourinho acabaram minando a confiança do arqueiro.

Anos depois, em entrevista ao Porto Canal, o espanhol comentou sua saída: "Sabia que minha passagem pelo Real Madrid estava chegando ao fim em janeiro/fevereiro de 2015. O ambiente não era bom. Já pensava em tomar uma decisão. Pensamos bem o que fazer e o melhor era sair do Real Madrid. Creio que era o momento. Tinha pensando em abandonar o Madrid depois de ganhar a Champions de 2014. Por circunstâncias o Madrid decidiu que saísse Diego López, mas o ambiente já era muito estranho".

3. Cristiano Ronaldo

Cristiano Ronaldo Real Madrid Juventus Despedida
Camisa 7 deixou saudades no Real Madrid. / Denis Doyle/Getty Images

Ídolo máximo do Real Madrid, Cristiano Ronaldo sempre será lembrado pelo desempenho acima da média nas diversas edições da Champions League. Sua despedida rumo à Juventus não aconteceu como deveria: a presidência propôs valores, e o camisa 7 acabou sendo seduzido pelas ofertas da Velha Senhora.

2. Zinédine Zidane

Zidane Real Madrid Despedida Técnico
Treinador ainda não encontrou seu novo clube. / SOPA Images/Getty Images

Após três títulos consecutivos da Liga dos Campeões, Zidane deixou o comando do Real Madrid depois da primeira temporada sem levantar nenhuma taça desde 2010. Pelo tom das entrevistas durante a campanha dos merengues, a relação entre treinador e presidência já não estava nos seus melhores momentos.

1. Sergio Ramos

Sergio Ramos Real Madrid Florentino Pérez
Zagueiro se despediu recentemente do clube. / James Williamson - AMA/Getty Images

Conforme comentários do próprio zagueiro, Sergio Ramos havia aceitado a proposta de renovação, mas Florentino Pérez havia estabelecido uma espécie de "prazo de validade" nas tratativas. O choro de gratidão do lendário jogador sempre será lembrado pelos fãs, assim como a falta de consideração do presidente.

facebooktwitterreddit