Futebol brasileiro

As 6 negociações mais surpreendentes até agora deste mercado de transferências nacional

Lucas Humberto
Diego Godín trocou o futebol italiano pelo Atlético-MG
Diego Godín trocou o futebol italiano pelo Atlético-MG / Jonathan Moscrop/GettyImages
facebooktwitterreddit

Um bom mercado de transferências do futebol nacional nunca deixa a desejar no quesito negociações surpreendentes, certo? E olha que em 2022 a janela nem precisou chegar ao fim para render alguns casos emblemáticos, certo? A seguir, nós listamos cinco desses.

1. Fábio no Fluminense

Se a torcida do Fluminense achou surpreendente a contratação de Felipe Melo, imagina recepcionar Fábio. Enquanto milhões de torcedores estavam boquiabertos pela despedida repentina do ídolo cruzeirense, os cartolas das Laranjeiras mobilizavam a contratação do veterano. Vem forte para a disputa da Libertadores?

2. Diego Godín no Atlético-MG

Capitão da Seleção Uruguaia, o zagueiro de 35 anos deixou a Europa após 14 temporadas e acertou com o Galo, atual campeão nacional e da Copa do Brasil. Ele rescindiu contrato com o Cagliari, onde jogou até o fim de 2021, e chega para substituir Junior Alonso, negociado com o Krasnodar, da Rússia.

3. Silvio Romero no Fortaleza

Silvio Romero Fortaleza Ceará Mercado
Rivais do Nordeste disputaram a contratação de Romero / ALEJANDRO PAGNI/GettyImages

Vencer a concorrência de grandes times no mercado sempre é bom, certo? Imagina superar as investida do arquirrival. Esse sentimento o Fortaleza conhece bem. Silvio Romero, experiente argentino com faro apurado de gols, chega para ser a principal referência ofensiva do Leão do Pici em 2022. Juan Pablo Vojvoda sabe o que faz...

4. Ricardo Goulart no Santos

Ricardo Goulart Santos China Mercado
Goulart acerta retorno ao Brasil após anos de muitos gols nos gramados chineses / Power Sport Images/GettyImages

O interesse do futebol brasileiro pelos seus medalhões virou marca registrada. Não seria diferente agora. Após anos do mais absoluto destaque na China, Ricardo Goulart acertou seu retorno aos gramados sul-americanos para defender as cores do Santos. O Peixe precisou vencer a qualificada concorrência de outros clubes da Série A.

5. Nikão no São Paulo

Grande protagonista da frutífera campanha do Athletico-PR em 2021, Nikão também foi um dos personagens centrais do mercado. Eram três os caminhos para o meia-atacante: permanência no Furacão, Internacional ou São Paulo. Decisão simples? Nada disso. Foram semanas até que o Tricolor Paulista finalmente acertou as bases com o jogador.

6. Lucão no Red Bull Bragantino

Se um jogador não está nos planos da comissão técnica, o prudente a ser feito é tentar uma compensação financeira no momento da venda, certo? Não no entendimento do Vasco da Gama. Aos 20 anos, o goleiro Lucão irá assinar por cinco anos com o Red Bull Bragantino. Detalhe: de graça.

Apesar da aparente desvantagem financeira das tratativas, o Cruzmaltino manteve 50% dos direitos econômicos do arqueiro em futuras negociações. "O Lucão abriu mão da dívida que nós tínhamos com ele, abriu mão de um contrato de dois anos com um valor relativamente alto. Além disso, ele também queria sair", explicou o cartola Carlos Brazil.

facebooktwitterreddit