As 5 decisões mais apertadas da história do Mundial de Clubes FIFA

Fabio Utz
Feb 12, 2021, 9:49 AM GMT-3
MARWAN NAAMANI/Getty Images
facebooktwitterreddit

O Mundial de Clubes de 2020 chegou ao fim. O Bayern de Munique confirmou seu favoritismo e garantiu o título no Qatar. No entanto, a decisão contra o Tigres foi mais difícil do que se previa. Ela entra, sim, para uma lista de finais consideradas das mais apertadas na competição em seu novo formato! Veja abaixo as cinco selecionadas:

5. Os títulos de São Paulo, Inter e Corinthians (2005, 2006 e 2012)

KAZUHIRO NOGI/Getty Images

É impossível diferenciar os títulos de São Paulo, Internacional e Corinthians. Os três venceram por 1 a 0 e entraram para a história. Diante do Liverpool, Rogério Ceni brilhou como nunca para segurar a vantagem obtida com o gol de Mineiro. Frente ao Barcelona, Gabiru decidiu quando tudo se encaminhava para uma prorrogação. E contra o Chelsea, Cássio foi um herói dos mais sublimes.

4. Bayern de Munique 1 x 0 Tigres - 2020

Eurasia Sport Images/Getty Images

Os alemães ganharam do rival mexicano com um gol irregular, já no segundo tempo. Antes de Pavard empurrar para o fundo do gol, Lewandowski tocou com o braço na bola em dividida com o goleiro Guzmán. O VAR só analisou a posição de impedimento do atacante e esqueceu do restante...

3. Real Madrid 4 x 2 Kashima Antlers - 2016

Hiroki Watanabe/Getty Images

Pelo placar, o que este jogo está fazendo nesta lista? Pois então. O Mundial foi decidido, apenas, na prorrogação. O Real, depois de sair na frente com gol de Benzema, sofreu a virada diante dos japoneses e só conseguiu empatar através de um pênalti batido por Cristiano Ronaldo. No tempo extra, daí sim, o português brilhou com mais duas bolas na rede.

2. Liverpool 1 x 0 Flamengo - 2019

Eurasia Sport Images/Getty Images

O Flamengo, embalado pela conquista da Libertadores, fez um enfrentamento para lá de digno com o gigante Liverpool. Teve suas chances para marcar e deu esperança de título. A vitória inglesa só veio na prorrogação, com gol único de Roberto Firmino.

1. Barcelona 2 x 1 Estudiantes - 2009

MARWAN NAAMANI/Getty Images

O grande Barcelona, por pouco, não protagonizou uma derrota histórica. O time perdia para o Estudiantes, da Argentina, por 1 a 0 até os 44 minutos do segundo tempo, gol de Boselli. No entanto, Pedro empatou e, na prorrogação, Lionel Messi garantiu o título espanhol.

facebooktwitterreddit