As 10 transferências mais polêmicas do futebol brasileiro

Dec 4, 2020, 2:32 PM GMT-3
Palmeires v Vasco X
Palmeires v Vasco X | Getty Images/Getty Images
facebooktwitterreddit

Transferências e trocas de camisas fazem parte da dinâmica do que é o futebol, uma das tantas engrenagens que movimentam esse esporte que amamos, seja aqui na América do Sul ou em qualquer outro canto do globo.

Algumas, no entanto, entraram para a história do futebol nacional por terem chocado torcidas envolvidas. Essas quase sempre têm como enredo a chamada 'pulada de muro', quando um jogador deixa sua equipe e se transfere para um arquirrival.

A seguir, listamos 10 das transferências mais polêmicas que permeiam o imaginário tupiniquim:

Batista

Clube anterior: Internacional
Contratado por: Grêmio
Ano da transferência: 1981

O volante tinha status de ídolo no Colorado, onde atuou por cinco anos e conquistou os títulos brasileiros de 1976 e 1979. A ida ao maior rival em 1981 foi um verdadeiro escândalo à época.

Bebeto

BRAZIL V SWEDEN
BRAZIL V SWEDEN | Mike Powell/Getty Images

Clube anterior: Flamengo
Contratado por: Vasco da Gama
Ano da transferência: 1989

Multicampeão com o Rubro-Negro entre os anos de 1983 e 1989, o atacante que viria a ser tetra mundial em 1994 trocou a Gávea por São Januário em uma transferência controversa e que até hoje motiva debate. Também brilhou com a camisa cruzmaltina, conquistando o Brasileiro de 1989.

Cafu

Cafu of Brazil
Cafu of Brazil | Shaun Botterill/Getty Images

Clube anterior: São Paulo
Contratado por: Palmeiras, com 'escala' em Zaragoza e Juventude
Ano da transferência: 1995

Uma das maiores polêmicas do futebol brasileiro nos anos 90. Revelado pelo São Paulo, teve quatro anos espetaculares no Morumbi até rumar ao Real Zaragoza (ESP). Não brilhou na Espanha e acabou retornando ao Brasil em 1995, contratado pelo Juventude via Parmalat. Fez apenas dois jogos pelo clube gaúcho antes de ser colocado pela patrocinadora no Palmeiras, uma 'ponte' que deixou os torcedores são-paulinos muito irritados à época.

Romário

Romario
Romario of the Flamengo team of Rio de Janeiro, ce | VANDERLEI ALMEIDA/Getty Images

Clube anterior: Flamengo
Contratado por: Vasco da Gama
Ano da transferência: 2000

O Baixinho poderia entrar nessa lista em diversos cenários distintos, já que a própria ida ao Flamengo em 1995 e posteriormente em 1997 já foi polêmica e machucou o torcedor vascaíno por sua história prévia no Vasco, seu clube formador. Em 2000, no entanto, foi a vez do torcedor rubro-negro lamentar a saída do lendário centroavante ao arquirrival. Mas como todos sabem, não acaba por aí: em 2002, ele deixaria o Cruzmaltino para defender o Fluminense, uma das primeiras grandes contratações da 'era Unimed' nas Laranjeiras.

Paulo Nunes

SOCCER-PALMEIRAS-TRAINING-2
SOCCER-PALMEIRAS-TRAINING-2 | TORU YAMANAKA/Getty Images

Clube anterior: Palmeiras
Contratado por: Corinthians, com 'escala' no Grêmio
Ano da transferência: 2001

O Diabo Loiro era venerado pelo torcedor do Palmeiras por seus anos espetaculares com a camisa alviverde (1998/99), tendo conquistado Copa do Brasil e Libertadores neste curto espaço de tempo. Em 2000, rumou ao Grêmio para uma segunda passagem pelo clube gaúcho, mas o vínculo não durou muito. A surpresa foi o passo seguinte: aceitou proposta do Corinthians, maior rival do Verdão.

Ricardinho

Corinthians v Cori X
Corinthians v Cori X | Getty Images/Getty Images

Clube anterior: Corinthians
Contratado por: São Paulo
Ano da transferência: 2002

Bicampeão paulista, bicampeão brasileiro e campeão do Mundial de Clubes de 2000 vestindo a camisa do Corinthians - onde tinha status de ídolo -, Ricardinho chocou o futebol brasileiro ao aceitar proposta do São Paulo em 2002. Chegou ao Morumbi logo após a disputa da Copa do Mundo e foi recebido com grande badalação, mas não correspondeu: apenas 4 gols em 62 jogos.

Ronaldinho Gaúcho

Ronaldinho
Flamengo v Real Potosi - Copa Libertadores 2012 | Buda Mendes/Getty Images

Clube anterior: Milan
Contratado por: Flamengo
Ano da transferência: 2011

A polêmica desta contratação está na suposta 'trairagem' do gênio da camisa 10 ao seu clube formador, o Grêmio, que negociava para repatriar o ídolo e já preparava até a festa para recepcioná-lo em Porto Alegre, tamanha certeza de que a transferência aconteceria. O Tricolor Gaúcho não contava que o Flamengo atravessaria o negócio e levaria o Mago, oferecendo mais dinheiro.

Paulo Henrique Ganso

FBL-BRAZIL-SAO PAULO-CORINTHIANS
FBL-BRAZIL-SAO PAULO-CORINTHIANS | AFP/Getty Images

Clube anterior: Santos
Contratado por: São Paulo
Ano da transferência: 2012

Cria da base santista, o talentoso armador conquistou Copa do Brasil e Libertadores com o Peixe, jogando um futebol de altíssimo nível no início da década de 2010. A bonita trajetória na Vila Belmiro seria interrompida em 2012, a partir de uma proposta financeira fortíssima do São Paulo, aceita pela camisa 10. Nos anos seguintes, sempre fora recebido na casa alvinegra com notas e moedas sendo atiradas no campo e gritos de 'mercenário'.

Paolo Guerrero

FBL-LIBERTADORES-DANUBIO-CORINTHIANS
FBL-LIBERTADORES-DANUBIO-CORINTHIANS | PABLO PORCIUNCULA/Getty Images

Clube anterior: Corinthians
Contratado por: Flamengo
Ano da transferência: 2015

Herói da conquista do Mundial de Clubes de 2012 pelo Corinthians - anotou o gol da vitória por 1 a 0 sobre o Chelsea -, o centroavante peruano era adorado no Parque São Jorge, até recusar as ofertas apresentadas pelo clube paulista para renovação de seu contrato. Seduzido por cifras maiores, Guerrero acabou deixando o Timão rumo ao Flamengo com a temporada 2015 em andamento.

Fred

Fred
Cruzeiro v Santos - Brasileirao Series A 2019 | Pedro Vilela/Getty Images

Clube anterior: Atlético-MG
Contratado por: Cruzeiro
Ano da transferência: 2018

Apesar de revelado pelo América-MG, Fred sempre tratou o Cruzeiro como seu 'clube do coração'. Foi um choque quando o centroavante, em 2016, deixou o Fluminense para acertar com o Atlético-MG. A forma como o camisa 9 encontrou para corrigir a situação com o torcedor celeste foi deixando o Galo em 2018 para rumar à Raposa, transferência que virou caso de Justiça por conta de uma cláusula contratual que presumia pagamento de multa ao Alvinegro em caso de 'pulada de muro'.

facebooktwitterreddit