As 10 piores contratações do Internacional na década

Jan 13, 2021, 2:41 PM GMT-3
Anderson
Internacional v Cruzeiro - Series A 2016 | Lucas Uebel/Getty Images
facebooktwitterreddit

A última década, de 2011 a 2020, foi um tanto quanto complicada para o Internacional. Depois de muitos anos se orgulhando de nunca ter caído para a Série B, o Colorado acabou conhecendo o rebaixamento pela primeira vez em sua história em 2016. Entre rachas políticos e incertezas também dentro de campo, muitos nomes chegaram ao clube como reforço, mas que na prática passaram bem longe dessa definição.

10. Ernando

Vinicius Araujo, Ernando
Cruzeiro v Internacional - Brasileirao Series A 2015 | Pedro Vilela/Getty Images

Ernando chegou ao Internacional em janeiro de 2012 e tornou-se titular em 2015, no time comandado por Diego Aguirre, onde formou dupla de zaga com Juan. Em 2016, com a saída de Juan para o Flamengo, Ernando e Paulão formaram a zaga que culminou com o rebaixamento colorado à segunda divisão. Saiu do clube em 2017, sem deixar saudades, adquirindo, neste tempo, o apelido de “errando”, por parte dos colorados mais irritados.

9. Paulão

Paulao
Internacional v Flamengo - Series A 2016 | Lucas Uebel/Getty Images

Em 2014, Paulão foi anunciado como jogador do Inter por três temporadas. No ano seguinte, foi bicampeão gaúcho e titular ao longo da temporada. Em 2016, foi tri-campeão e eleito o melhor zagueiro do Gauchão ao lado de Pedro Geromel, do Grêmio. No Campeonato Brasileiro, participou do inédito rebaixamento do colorado a Série B, sendo o capitão da equipe. Depois disso, seu nome e o de outros jogadores ficaram marcados pela torcida colorada, que passou a vaiá-los quando os mesmos entravam em campo em 2017. Por conta disso, naquele mesmo ano, sua saída do Colorado foi inevitável.

8. Willians

Willians
Flamengo v Internacional - Brasileirao Series A 2014 | Buda Mendes/Getty Images

Em 2013, Willians acertou com o Internacional tendo a missão de substituir o argentino Guiñazú. Em sua apresentação, Pitbull como era chamado, disse que havia chego em Porto Alegre "pronto para morder". Em pesquisa realizada pelo portal UOL Esporte em dezembro de 2014, Willians foi escolhido por outros jogadores como o mais violento do país.

7. Ariel Nahuelpán

Brazilian Football League Serie A
Brazilian Football League Serie A | MB Media/Getty Images

No ano de 2016, Ariel foi contratado pelo Internacional por empréstimo até o final daquela temporada. O centroavante acabou se tornando símbolo de um 2016 que acabou com o Internacional rebaixado à Série B do Campeonato Brasileiro pela primeira vez em sua história.

6. Marcelo Cirino

Brazilian Football League Serie B 2017
Brazilian Football League Serie B 2017 | MB Media/Getty Images

Marcelo Cirino chegou ao Internacional em abril de 2017 e foi mais uma contratação que resultou em prejuízo. Foram três meses entre o fim da busca do Inter pelo jogador e a saída dele para o Al Nassr, dos Emirados Árabes

5. Rithely

Brazilian Football League Serie A - Brasileirao Assai 2019
Brazilian Football League Serie A - Brasileirao Assai 2019 | MB Media/Getty Images

Após se destacar no Sport, jogando muito bem entre as temporadas de 2014 e 2017 (com um título da Copa do Nordeste em 2014), o volante Rithely logo despertou interesse de vários clubes da Série A, incluindo o Inter. Chegou ao Colorado em 2018 por empréstimo, e atuou apenas na temporada posterior em virtude da sua lesão no tornozelo. Não conseguiu aproveitar as oportunidades que teve, acabou voltando ao Sport para a temporada de 2020.

4. Anderson

Anderson
Internacional v Sport - Series A 2015 | Lucas Uebel/Getty Images

Ídolo do Grêmio e com passagem marcante pelo Manchester United, Anderson foi contratado em 2015 e foi embora em 2016. Recebeu mais de R$11 milhões do clube, tendo sido rebaixado ao término do Campeonato Brasileiro de 2016. Neste período, foi alvo de críticas por causa de suas exibições e pelo aparente excesso de peso.

3. Roberson

A contratação do atacante foi de início extremamente questionada, principalmente por ter jogado pelo rival, Grêmio. Roberson chegou ao Inter para a disputa da Série B a pedido do, então treinador, Antônio Carlos Zago, após ambos terem trabalhado juntos no Juventude. Não conseguiu atuações que fizessem jus ao pedido do técnico e era muito criticado ao entrar em campo.

2. Wilson Matias

Internacional (BRA) v Jorge Wilstermann (BOL) - Copa Santander Libertadores 2011
Internacional (BRA) v Jorge Wilstermann (BOL) - Copa Santander Libertadores 2011 | Edu Andrade/Getty Images

Uma das novidades do Inter para a disputa da Libertadores de 2010, WIlson Matias, foi dito como uma “contratação espetacular”, por Fernando Carvalho, na época, vice de futebol. Após se destacar no Morelia e ser tratado como um dos melhores volantes do México, foi uma das apostas do Colorado, já que havia perdido Sandro para o futebol inglês. Após mostrar que, de fato, não era uma contratação espetacular, foi emprestado para a Portuguesa, em 2012.

1. Tréllez

As estatísticas de Santiago Tréllez pelo Inter dizem por si só: 13 jogos, 708 minutos, 0 gols. O centroavante chegou do São Paulo por empréstimo em janeiro de 2019, com a expectativa de suprir a necessidade do homem gol, visto que Leandro Damião havia sido vendido para o futebol japonês. Após atuações muito abaixo do esperado, retornou ao São Paulo no mesmo ano. Tréllez conseguiu o feito de ter um site da torcida colorada com uma contagem regressiva, mostrando quando seu contrato de empréstimo acabaria.

Leia mais sobre o Internacional clicando aqui.

facebooktwitterreddit