Grêmio

As 10 contratações mais decepcionantes do Grêmio nesta década

Fabio Utz
Tricolor apostou alto em Tardelli e se deu muito mal
Tricolor apostou alto em Tardelli e se deu muito mal / ITAMAR AGUIAR/Getty Images
facebooktwitterreddit

Thiago Neves? Cris? Carlos Alberto? Werley? Vanderlei? Henrique Almeida? Bom esses, já se sabia de antemão que dificilmente dariam certo. Agora, na última década (ou seja, de 2011 em diante), quais foram as contratações do Grêmio que mais decepcionaram? A gente selecionou dez, mas certamente há muitas outras. E antes que perguntem sobre Kleber Gladiador, vale lembrar que sua passagem por Porto Alegre foi um tanto controversa, e talvez se houvesse um melhor aproveitamento ele desse um pouco mais de retorno.

1. Fábio Aurélio (2012)

Fabio Aurelio
Lateral-esquerdo chegou com pompa da Europa / Etsuo Hara/Getty Images

Foi um pedido do técnico Vanderlei Luxemburgo. Ambos haviam trabalhado juntos na seleção brasileira, e o jogador vinha de mais uma década de futebol europeu. Antes mesmo de estrear, sofreu grave lesão no joelho. Na volta, pouco atuou.

2. André Santos (2013)

André Santos Contratação Decepção Década Grêmio
Lateral-esquerdo pouco contribuiu com o Tricolor / Edu Andrade/Getty Images

O lateral-esquerdo, que havia brilhado no Corinthians, foi buscado junto ao Arsenal-ING. Não conseguiu sustentar um bom futebol e ficou apenas quatro meses em Porto Alegre.

3. Eduardo Vargas (2013)

Eduardo Vargas Grêmio Contratação Decepção Década
Chileno ficou muito abaixo do esperado / Luis Ramirez/Getty Images

O atacante chileno chegou ao clube como uma grande estrela. E queria ser tratado assim. Achava que podia tudo. Parece que chegou ao Rio Grande do Sul para passear e não jogar futebol.

4. Maxi Rodríguez (2013)

O Grêmio o trouxe do futebol uruguaio pensando que ali estaria uma "joia". Pois faltou "sangue" ao jogador. Sempre se falava na sua falta de competitividade, o que acabou obstruindo seu aproveitamento. Poderia ter sido muito mais do que foi.

5. Cristian Rodríguez (2015)

Não chegou a completar uma partida pelo Tricolor. Trazido do Atlético de Madrid como uma verdadeira estrela, ele próprio pediu para romper o vínculo por conta de problemas físicos.

6. Gastón Fernández (2017)

Gaston Fernandez Grêmio Decepção Contratações Década
Argentino não conseguiu render no ano do tri da América / Lucas Uebel/Getty Images

O argentino carregava consigo o histórico de um campeão da Libertadores. Porém, nem mesmo em um time ajeitado, conseguiu render. Deixou a Arena ainda em meio à disputa do torneio continental do qual o Tricolor se sagraria campeão.

7. André (2018)

O Grêmio fez um esforço gigantesco para tirar o centroavante do Sport. E ele, em Porto Alegre, recebeu chance atrás de chance. Um gol ou outro jamais compensou esse apoio e insistência.

8. Marinho (2018)

O Grêmio "resgatou" o atacante do futebol chinês pagando cerca de R$ 10 milhões. A insistência do técnico Renato Portaluppi em contar com o atleta, no entanto, foi inversamente proporcional ao seu rendimento. Em 2019, já foi repassado ao Santos.

9. Diego Tardelli (2019)

Histórico de gols e títulos não faltava ao atacante, recepcionado com festa no aeroporto. No entanto, uma crise depressiva, a falta de adaptação e o desejo de ir para o Atlético-MG jamais colocaram o atleta por inteiro em Porto Alegre. O Tricolor só gastou dinheiro - e não foi pouco.

10. Diogo Barbosa (2020)

Santiago Moreno Diogo Barbosa Grêmio Contratação Década Decepção
Lateral ainda não conseguiu justificar sua vinda para a Arena / Pool/Getty Images

O Grêmio pagou R$ 10 milhões por 25% dos direitos econômicos do lateral-esquerdo que havia se destacado em Botafogo, Cruzeiro e Palmeiras. Não fez, até hoje, uma partida equivalente ao custo.

facebooktwitterreddit