Árbitro brasileiro Wilton Pereira Sampaio tem atuação questionada em França x Inglaterra na Copa do Mundo

Bia Palumbo
Jogadores de ambas as equipes questionaram decisões do árbitro brasileiro
Jogadores de ambas as equipes questionaram decisões do árbitro brasileiro / JACK GUEZ/GettyImages
facebooktwitterreddit

Fora da Copa do Mundo, o Brasil viu o árbitro Wilton Pereira Sampaio ter trabalho na vitória da França sobre a Inglaterra por 2 a 1 que classificou os Bleus e eliminou o English Team nas quartas de final. Torcedores contestaram as decisões dele principalmente em lances capitais.

Este foi o quarto jogo dele no Catar e como a Seleção Brasileira foi eliminada ele pode seguir apitando semifinal, final ou disputa do 3º lugar. A partir de agora a FIFA vai analisar se ele continua ou não no Catar.

A primeira polêmica aconteceu no lance que originou o gol de abertura do placar. Em disputa perto da bandeirinha de escanteio, Saka tentou driblar Upamecano mas foi atingido na perna direita. O dono do apito mandou seguir e o zagueiro partiu em direção ao campo ofensivo, até que o sistema defensivo da Inglaterra se recompôs, mas não conseguiu interceptar a troca de passes que terminou com chute de Tchouaméni e bola na rede.

Ainda na etapa inicial, Upamecano voltou a ser protagonista quando acertou por trás a panturrilha direita de Harry Kane na lateral da grande área. A impressão é de que a falta foi perto da linha, mas tanto o camisa 9 quanto outros jogadores e torcedores reclamaram bastante, em vão, visto que nada foi marcado.

Wilton Pereira Sampaio, árbitro de Inglaterra 1 x 2 França
VAR entrou em ação e ajudou Wilton Pereira Sampaio / GABRIEL BOUYS/GettyImages

O árbitro goiano foi certeiro e estava bem posicionado quando Tchouaméni derrubou Saka no bico da grande área e Kane converteu deslocando Lloris.

A equipe de vídeo capitaneada pelo colombiano Nicolás Gallo acionou Wilton Pereira Sampaio no segundo tempo, a primeira intervenção do VAR na fase final da Copa do Mundo. Quando o placar estava 2 a 1, o lateral-esquerdo Theo Hernández usou o braço para deslocar Mason Mount, atingido nas costas. Wilton interpretou como contato de jogo, mas quando foi chamado reviu o lance na cabine e apontou para a marca da cal. Desta vez Kane mandou por cima do gol e o 2 a 1 persistiu até o apito final.

Estatísticas de Inglaterra 1 x 2 França

4 cartões amarelos
0 cartões vermelhos
24 faltas
3 impedimentos
2 pênaltis marcados

A França cometeu mais faltas (14 contra 10). Dos quatro cartões amarelos, três foram para franceses (Dembéle, Griezmann e Theo Hernández). Maguire foi o único inglês advertido.

Como foi a reação nas redes sociais

facebooktwitterreddit