Brasileirao Série A

Arbitragem do confronto entre Atlético-MG e Santos vira assunto nas redes: 'Roubo'

Nathália Almeida
Galo recebe o Santos no Mineirão
Galo recebe o Santos no Mineirão / Pedro Vilela/GettyImages
facebooktwitterreddit

Dois lances agudos marcaram o primeiro tempo da partida entre Atlético-MG e Santos, no Mineirão. Ambos tiveram enredo semelhante e desfecho idêntico: imensa reclamação dos atletas e da torcida do Galo, mas sem que o árbitro do confronto, o paranaense Paulo Roberto Alves Júnior, apontasse para a marca da cal.

Aos 11' e aos 38' da primeira etapa, atacantes do Atlético foram ao solo e pediram penalidade: o primeiro deles foi Zaracho, puxado pela camisa dentro da grande área; o segundo foi Dylan Borrero, desequilibrado após disputa de bola o zagueiro Wagner Leonardo. Nas redes sociais, a Massa foi à loucura com as supostas infrações, detonando a atuação do árbitro de campo e do VAR.

Em campo, os jogadores do Galo também se mostraram revoltados com a não-marcação das supostas penalidades, ao ponto de recusarem conceder entrevista na saída do gramado para o intervalo de jogo. Até o fechamento deste artigo, Atlético-MG e Santos empatavam em 0 a 0 no Mineirão, resultado ruim para as pretensões de ambos no Brasileirão.

facebooktwitterreddit