Futebol brasileiro

Apresentação em massa! Veja o que disseram as novidades levadas a público nesta quinta por quarteto paulista

Fabio Utz
Nikão foi a público pela primeira vez com a camisa do São Paulo
Nikão foi a público pela primeira vez com a camisa do São Paulo / Lucas Uebel/GettyImages
facebooktwitterreddit

Apresentação no Santos, no Corinthians, no São Paulo e no Palmeiras. Sim, os quatro grandes clubes de São Paulo levaram a público, nesta quinta-feira, novidades para as torcidas. Veja quais foram as principais palavras dos reforços do quarteto.

1. Jailson - Palmeiras

O volante estava livre no mercado desde que rompeu com o Dalian Pro, da China, e falou sobre a expectativa de defender o Verdão. "Quando um gigante como o Palmeiras vem atrás, você não pensa duas vezes. Não foi tão difícil de tomar essa decisão. É um clube gigante. Quero estar ao lado de grandes jogadores e ajudar o clube a ficar cada vez mais marcado na história", disse. Ele afirmou, ainda, que pode atuar como zagueiro.

2. Nikão - São Paulo

O meia-atacante, que estava por acertar com o Inter e parou no Morumbi, é a principal novidade do Tricolor para este início de temporada. Ele comentou sobre essa mudança de rumo. "Foram em poucos minutos que eu resolvi e deu tudo certo. É uma oportunidade única, onde muitos jogadores queriam estar, e comigo não é diferente. Não pensei duas vezes em aceitar por entender e acompanhar por muitos anos a grandeza do clube, o que o clube já conquistou”, afirmou.

3. Bruno Melo - Corinthians

O lateral-esquerdo, ex-Fortaleza, mostrou muita confiança em mostrar um bom futebol com a camisa do Timão. Depois de dizer que só acreditou na mudança de clube realmente quando chegou ao Corinthians, mandou um recado à torcida. "Sei que tem o Fábio Santos titular, o Piton. Vou buscar meu espaço. O que o professor precisar de mim, estarei preparado. Só quero dizer à torcida que pode esperar um bom futebol do Bruno, que ele vai apresentar", destacou.

4. Eduardo Bauermann - Santos

Pelos lados do Peixe, o zagueiro Bauermann é que foi o personagem apresentado. Ex-América-MG, vê a transferência como uma oportunidade única. "Não tem como dizer não para o Santos. Fiquei muito feliz quando recebi esse convite. Me senti na obrigação de aceitar esse desafio. Era isso que eu estava buscando na minha carreira, voltar a vestir uma camisa de um peso tão grande, que representa muito", salientou.

facebooktwitterreddit