Após empate, Cuca mostra frustração com limitações no elenco do Santos

Cuca
Santos v Olimpia - Copa CONMEBOL Libertadores 2020 | Pool/Getty Images

Segundo time brasileiro a reestrear pela CONMEBOL Libertadores na noite da última terça-feira (15), o Santos esteve abaixo do nível de atuações que vinha emplacando no Brasileirão, ficando apenas no empate sem gols diante do Olímpia-PAR, na Vila Belmiro. O resultado manteve o Peixe na primeira posição de sua chave, mas não agradou a comissão técnica e nem a torcida alvinegra.

Em entrevista coletiva concedida após a partida, Cuca falou pela primeira vez, em tom mais incisivo, sobre a necessidade de preencher determinadas lacunas no elenco alvinegro. Como destaca a Jovem Pan, o experiente comandante tratou o plantel que tem em mãos como 'desequilibrado' em alguns setores.

Yeferson Soteldo
Santos v Olimpia - Copa CONMEBOL Libertadores 2020 | Pool/Getty Images

"Difícil. Quando se tem opções para mudar taticamente a equipe, dois centroavantes ou dois armadores... Temos dificuldades. Bom plantel, mas sem equilíbrio em alguns setores. Não preciso dizer, vocês sabem. Buscamos criar essas oportunidades. Tecnicamente não fizemos grande jogo no meio-campo, na criação, na individualidade. Nos faltou isso", afirmou.

Apesar de reforçar a necessidade de buscar aquisições pontuais no mercado, Cuca sabe que é grande a possibilidade de seu grupo de jogadores seguir sem novidades. Isso porque o Peixe está vetado pela FIFA de registrar novos jogadores, punição referente ao caso 'Cléber Reis', ainda não solucionado financeiramente pelo clube junto ao Hamburgo (ALE).