Opinião

Após despedida de Nonato, quem deve ser o novo volante titular do Fluminense?

Nathália Almeida
Fluminense apresentou proposta para compra de Nonato, mas Inter preferiu vendê-lo ao Ludogorets
Fluminense apresentou proposta para compra de Nonato, mas Inter preferiu vendê-lo ao Ludogorets / Wagner Meier/GettyImages
facebooktwitterreddit

Semifinalista da Copa do Brasil e atual terceiro colocado do Brasileirão, o Fluminense ainda se permite sonhar ao menos um título nacional na temporada, mas para isso terá que superar não só os seus concorrentes de peso, mas também as notícias ruins que vira e mexe surgem nas Laranjeiras. A mais recente delas foi a despedida inesperada de Nonato: titular absoluto com o técnico Fernando Diniz, o camisa 8 foi vendido pelo Internacional ao Ludogorets, negociação que o Tricolor não conseguiu evitar mesmo tendo apresentado uma proposta de compra ao Colorado.

Com a saída do volante rumo ao futebol búlgaro, o time das Laranjeiras terá que redirecionar a rota com a temporada em curso e com a janela de transferências já fechada, ou seja, precisará buscar uma "solução caseira" para repor a lamentada despedida. Neste sentido, quem aparece como maior candidato a herdar a vaga deixada por Nonato no Fluminense?

FBL-LIBERTADORES-MILLONARIOS-FLUMINENSE
Martinelli é um dos candidatos a herdar vaga de Nonato no Fluminense / DANIEL MUNOZ/GettyImages

Por características/estilo de jogo, a resposta mais óbvia para essa pergunta é Martinelli. Jogador jovem de bom passe, mobilidade e qualidade no apoio, é o volante do elenco tricolor que mais se aproxima à Nonato em atributos. Outro fator que pesa em favor do camisa 38 é o seu entrosamento de longa data com André: os dois formaram a dupla titular de volantes do Fluminense em diversas equipes das categorias de base do clube.

Por outro lado, pesa contra o garoto a sua falta de combatividade e inconstância: é um jogador ao qual ainda falta intensidade e que se "desliga" com facilidade dentro das partidas, algo que pode ser fatal em partidas eliminatórias como contra o Corinthians, volta da semifinal da Copa do Brasil. Pensando por esse lado, não se pode descartar a possibilidade de Yago Felipe retornar ao time carioca: "motorzinho" do time com Roger e Abel, perdeu espaço desde a chegada de Diniz por não ser um exímio passador, mas compensa com outras virtudes, como o poder de marcação e capacidade de desarme.

Yago Felipe
Yago Felipe perdeu espaço com Fernando Diniz / Ricardo Moreira/GettyImages

Para o jogo na Neo Química Arena, compromisso mais importante do Fluminense na temporada - visto que a chance de título na Copa do Brasil é mais realista do que o Brasileiro -, a escolha precisa ser pela experiência e intensidade de Yago Felipe. É preciso lembrar que o camisa 20 foi um dos destaques do time, ao lado de Cano e Ganso, nas finais do Carioca contra o Flamengo. Merece outra oportunidade.

facebooktwitterreddit