Cruzeiro

Após derrota para o América-MG, Samuel Rosa cobra patrocínio: 'Cadê a MRV no Cruzeiro?'

Lucas Humberto
Mar 22, 2021, 1:26 PM GMT-3
Vocalista do Skank questionou o porquê de outras grandes marcas mineiras patrocinarem os três clubes da capital, enquanto a MRV segue apenas no Galo.
Vocalista do Skank questionou o porquê de outras grandes marcas mineiras patrocinarem os três clubes da capital, enquanto a MRV segue apenas no Galo. | Pedro Vilela/Getty Images
facebooktwitterreddit

Não foi só dentro de campo que os ânimos se exaltaram... Ontem (21), o América-MG recebeu o Cruzeiro, no Estádio Independência, e triunfou sobre o rival por 1 a 0. A partida terminou com dois expulsos, já nos acréscimos do segundo tempo, pelo lado da Raposa, sendo Matheus Pereira de Souza e Eduardo Brock.

Fora das quatro linhas, o clima também esquentou. Samuel Rosa, vocalista do Skank e cruzeirense declarado, questionou em uma postagem no Instagram oficial do clube: 'Cadê a MRV no Cruzeiro?'. O cantor aponta que a construtora seria uma possibilidade de patrocínio ao time celeste.

Ele seguiu defendendo seu ponto, desta vez respondendo um torcedor na mesma postagem: "Marcas que prosperam em BH e Minas Gerais devem, sim, muito aos consumidores na sua grande maioria, cruzeirenses, atleticanos e americanos. Por que não dar retorno a esses clubes por igual? Ou eles só vendem apartamentos para atleticanos? Assim fizeram BMG, massas Vilma e Supermercados BH".

As empresas citadas por Samuel Rosa - BMG, Vilma Alimentos e Supermercados BH - são conhecidas no estado por patrocinarem os três maiores clubes de futebol da capital.

Veja postagem na íntegra:

A empreiteira, por sua vez, é parceira do rival Atlético-MG. Aliás, o Galo se beneficia da colaboração para construir seu estádio próprio, chamado Arena MRV. A inauguração está prevista para outubro de 2022.

Para além disso, Rubens Menin, dono da construtora, já afirmou que vai destinar seus investimentos no mundo futebolístico apenas ao clube alvinegro. Pelo visto, Samuel Rosa seguirá cansado de esperar que alguém carregue o Cruzeiro.

Logo da construtora MRV no uniforme do Galo.
Logo da construtora MRV no uniforme do Galo. | Pedro Vilela/Getty Images
facebooktwitterreddit