Copa Libertadores

América-MG pressiona, mas toma gol no fim e se complica na Libertadores

Bia Palumbo
Wellington Paulista foi titular na estreia do Coelho
Wellington Paulista foi titular na estreia do Coelho / DOUGLAS MAGNO/GettyImages
facebooktwitterreddit

Um dos estreantes da Libertadores 2022 é o América-MG, que iniciou a trajetória no principal torneio do continente nesta quarta-feira (23), quando recebeu o Guaraní (Paraguai) e controlou a posse de bola, desperdiçou oportunidades e foi surpreendido com um gol no final do segundo tempo marcado por Colmán.

Esta é a segunda fase da competição, ou seja, trata-se de um confronto mata-mata que será definido na próxima quarta-feira (2) em Assunção, no Estádio Defensores del Chaco. Sendo assim, o Coelho precisa vencer fora de casa para seguir vivo na competição.

Jogando em casa, o América-MG foi para cima e o capitão Juninho acertou o travessão logo no início, antes dos 15 minutos. Índio Ramírez também tentou, assim como Wellington Paulista , que só não balançou a rede porque o jogador do Guaraní tirou em cima da linha.

O time paraguaio pressionou a saída de bola do rival, que insistia em cruzamentos, mas faltou eficiência. A primeira finalização do Guaraní saiu apenas no segundo tempo, Ángel Benítez obrigou o goleiro Jailson a espalmar um chute forte, então os visitantes aproveitavam o espaço para investir em contra-ataques e a chance mais perigosa saiu em cabeçada de Marcelo González que tocou na trave.

Na reta final da partida o jogo ficou mais truncado e tudo caminhava para o empate, até que o Guaraní conseguiu engatar outro contra-ataque nos acréscimos que Colmán finalizou com chute fraco, mas um desvio em Iago Maidana tirou o goleiro Jailson do lance.

facebooktwitterreddit