Ameaçado de rebaixamento, Remo anuncia saída do treinador Felipe Conceição

Lucas Humberto
Aos 42 anos, Felipe Conceição acumulou mais derrotas do que vitórias pelo Clube do Remo
Aos 42 anos, Felipe Conceição acumulou mais derrotas do que vitórias pelo Clube do Remo / GLEDSTON TAVARES/FramePhoto/Gazeta Press
facebooktwitterreddit

Nesta quarta-feira (10), o Remo colocou um ponto final no trabalho do técnico Felipe Conceição. A despedida acontece um dia após a derrota para o Operário-PR, por 2 a 1, pela Série B. Aliás, esse foi o terceiro revés consecutivo do time de Belém que, atualmente na 15ª colocação, precisa redobrar a cautela se não quiser voltar à terceira divisão.

O clube paraense divulgou um comunicado oficial onde detalha que a rescisão aconteceu "em comum acordo". Conceição desembarcou no Remo em julho deste ano, depois de deixar o Cruzeiro. Ele comandou o azulino durante 28 partidas - venceu 11, empatou quatro e perdeu 13. Agora, a equipe que tem Felipe Gedoz e Renan Gorne no elenco será comandada pelo auxiliar Netão.

"O Clube do Remo agradece Felipe Conceição pela sua dedicação e empenho durante o período que esteve à frente do tempo azulino", escreveu o time em suas redes sociais. Nesta sexta-feira (12), a equipe de Belém enfrenta o Manaus, em duelo válido pelas quartas de final da Copa Verde. Será que ainda dá tempo de se recuperar na segunda divisão?

O Leão da Amazônia está três pontos acima do Londrina, o primeiro time da zona de rebaixamento. O Azulão ainda enfrenta Goiás e Vasco, que sonham com o acesso, e encerra a participação na Segundona em 2021 diante do Confiança, antepenúltimo colocado da competição.

Até o momento, a carreira de Felipe Conceição acumula passagens rápidas por diversos clubes brasileiros. O primeiro foi o São Gonçalo, depois Botafogo e Macaé, e em nenhum deles o técnico completou 10 jogos. Desde 2019 ele trabalhou no América-MG, Guarani, Red Bull Bragantino, Cruzeiro e agora Remo.

facebooktwitterreddit