Agente de Cazares não fala sobre críticas do presidente do Galo e confirma propostas pelo meia

Alexander Rodrigues
San Lorenzo v Atletico Mineiro - Copa CONMEBOL Sudamericana 2018
San Lorenzo v Atletico Mineiro - Copa CONMEBOL Sudamericana 2018 / Marcelo Endelli/Getty Images
facebooktwitterreddit

O argentino Jorge Marino, empresário de Juan Cazares, foi criticado pelo presidente do Atlético-MG, Sérgio Sette Câmara, após a conquista do Campeonato Mineiro. Segundo Sette Câmara o empresário teria dificultada a saída de Cazares durante as negociações recentes.

"É que, na verdade, existe uma situação em que o jogador teve propostas, mas o procurador dele parece ter dificultado a saída dele. Então, existe, claro, uma coisa que se chama contraponto. Então, tá. Não quis sair? Não quis aceitar determinadas situações porque quis empurrar para o jogador sair sem nenhum tipo de retorno para o clube? Não tem problema. Nós também sabemos fazer birra. Aí ele fica aqui até o final do ano também, se for o caso", disse Sérgio Sette Câmara à TV Band Minas.

Em entrevista ao Uol Esporte, Marino preferiu não comentar as declarações do mandatário alvinegro. “Não gostaria de falar sobre esse assunto. Creio que não vá acrescentar em nada”.

Sobre as propostas recebidas por Cazares, o agente preferiu não revelar quais os clubes interessados, mas garantiu que as propostas estão chegando.

"Todas as propostas que recebermos, nós falaremos com o Atlético. Não sei sobre essas ofertas, mas eu prefiro conversar com o Atlético sobre o assunto", completou.

Cazares chegou ao Atlético-MG em janeiro de 2016 e seu contrato se encerra no fim deste ano. O jogador já sabe que não terá seu contrato renovado. Seu agente busca ofertas do exterior para negociá-lo em definitivo.

O jogador deu uma entrevista a uma rádio de Minas se colocando à disposição do técnico. Sampaoli não cedeu e manteve o jogador afastado do elenco. Cazares segue treinado com alguns garotos e com outros jogadores afastados.

facebooktwitterreddit