Abelão contra o Grêmio: Gre-Nal do Século e clássicos repletos de peculiaridades em última passagem se destacam

Fabio Utz
Vinicius Costa/Getty Images
facebooktwitterreddit

Ao comunicar de forma oficial o acerto com Abel Braga, o Internacional fez questão de salientar, por exemplo, o histórico do treinador em Gre-Nais - Eduardo Coudet deixou o Beira-Rio tendo disputado seis clássicos, acumulado quatro derrotas e dois empates. Em seis passagens até hoje pelo Beira-Rio, Abelão enfrentou o Tricolor em 19 oportunidades.

O aproveitamento do agora novo comandante vermelho não é dos melhores: 40,3%, com cinco vitórias, oito empates e seis derrotas. No entanto, Abel participou de alguns duelos marcantes contra o Grêmio. Era ele, lá em 1989, que estava à beira do gramado no Gre-Nal do Século, vencido pelo Inter de virada por 2 a 1, pela semifinal do Campeonato Brasileiro do ano anterior.

Lucas Uebel/Getty Images

Em 2014, quando havia estado em Porto Alegre pela última vez, foram cinco clássicos, com três vitórias, um empate e uma derrota. Aliás, tirando o primeiro duelo desta temporada (1 a 1, na Arena), todos os demais têm alguma peculiaridade. A partida de ida da decisão do Campeonato Gaúcho, na casa gremista, terminou com triunfo do Inter por 2 a 1. Esta foi, até hoje, a única vitória do clube no novo estádio azul. O jogo de volta, em Caxias do Sul, acabou em 4 a 1 para os vermelhos - e festa pelo título, claro. É, desde então, o placar mais elástico em favor da equipe. Já pelo Brasileirão, o 2 a 0 para Abel e companhia, no Beira-Rio, ficou marcado por ser a reestreia de Luiz Felipe Scolari no rival. Já o 4 a 1 do Tricolor, na Arena, teve provocação de Alan Ruiz que gerou uma tremenda confusão.

No momento, o Inter vive um jejum de 11 clássicos sem ganhar do Grêmio - já são mais de dois anos de invencibilidade. Abelão consegue quebrar essa escrita?

Para mais notícias do Internacional, clique aqui.

Quer saber como se prevenir do coronavírus? #FiqueEmCasa e clique ​aqui.

facebooktwitterreddit