Copa do Brasil

A seleção ideal dos jogos de ida das quartas de final da Copa do Brasil

Antonio Mota
Com domínio do Fla e nomes de São Paulo, Santos, Athletico e Atlético-MG: veja o XI ideal do jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil.
Com domínio do Fla e nomes de São Paulo, Santos, Athletico e Atlético-MG: veja o XI ideal do jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil. / Pool/Getty Images
facebooktwitterreddit

Fluminense e Atlético-MG encerraram no Nilton Santos, na noite da última quinta-feira (26), os jogos de ida das quartas de final da Copa do Brasil. Com o triunfo por 2 a 1, o Alvinegro de Minas Gerais abriu vantagem e agora vai em confiante para o reencontro diante do Tricolor no Mineirão. E esse não foi o único destaque da etapa. Abaixo, veja a seleção ideal dos jogos de ida das quartas de final da Copa do Brasil.

1. João Paulo (Santos)

Joao Paulo Santos
João Paulo foi o melhor do Santos na partida de ida das quartas de final da Copa do Brasil. / Pool/Getty Images

João Paulo reencontrou o futebol de tempos atrás e voltou a ser um dos grandes personagens do Santos. Seguro e confiável, o goleiro foi muito bem no jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil e evitou que o Peixe fosse para os últimos 90 minutos desta decisão com um resultado ainda pior. Mais: ele não teve culpa no gol que garantiu o triunfo por 1 a 0 do Athletico-PR.

2. Yago Pikachu (Fortaleza)

Yago Pikachu Fortaleza
Yago Pikachu tem feito uma excelente temporada com o Fortaleza. / Alexandre Schneider/Getty Images

Yago Pikachu chegou ao Fortaleza e elevou o nível da equipe. Com muito talento, esforço e foco, o lateral-direito tem sido decisivo para o Leão e mostrou isso contra o São Paulo. Além de ter marcado um gol, o atleta também foi importante no funcionamento do Tricolor.

3. Bruno Viana (Flamengo)

Bruno Viana
Bruno Viana foi bem contra o Grêmio. / Octavio Passos/Getty Images

Bruno Viana não deu ouvidos às críticas e voltou muito bem contra o Grêmio. Seguro na zaga, o zagueiro ainda viveu uma noite de artilheiro e marcou o gol que abriu o placar para o Flamengo. Boa atuação.

4. Gustavo Henrique (Flamengo)

Gustavo Henrique Flamengo
Gustavo Henrique vem crescendo no Flamengo. / Wagner Meier/Getty Images

Ao lado de Bruno Viana, Gustavo Henrique também foi soberano na defesa no duelo diante do Grêmio. O zagueiro do Flamengo venceu praticamente tudo no jogo aéreo e também foi muito eficiente com a bola no chão.

5. Filipe Luís (Flamengo)

Filipe Luis Flamengo
Filipe Luís é peça-chave no jogo do Flamengo. / Pool/Getty Images

Filipe Luís ignora os seus mais de 36 anos de idade e continua sendo um dos melhores laterais-esquerdos em atividade no Brasil. Contra o Grêmio, o medalhão foi sólido na defesa e também contribuiu no ataque. É impressionante o quando ele conhece os “atalhos” do campo.

6. Richard (Athletico-PR)

Richard Athletico-PR
Richard foi bem na defesa e no ataque nas quartas de final da Copa do Brasil. / RODOLFO BUHRER/Getty Images

Richard cumpriu o seu papel e foi importante na vitória do Athletico-PR contra o Santos. Ele deu o passe (desviou cruzamento de Nikão) para Renato Kayzer fazer o único tento da partida e ainda foi bem na defesa, aplicando cortes, travando chutes etc.

7. Nacho Fernández (Atlético-MG)

Ignacio Fernández
Nacho se encaixou como uma luva no Galo. / Pool/Getty Images

Nacho Fernández é um dos principais motores do Atlético-MG. Com absoluto domínio do meio de campo, o camisa 26 tem sido cada vez mais decisivo. Contra o Fluminense, o argentino marcou um gol e deu uma linda assistência para Hulk.

8. Vitinho (Flamengo)

Vitinho Flamengo Grêmio
Vitinho acabou com o Grêmio. / ADRIANO MACHADO/Getty Images

Vitinho substituiu Éverton Ribeiro e deu conta do recado. Em noite inspirada, o camisa 11 entrou no Flamengo para acabar com o Grêmio. Além de cumprir seu papel tático, o atacante deu duas assistências e marcou um gol contra o Imortal.

9. Michael (Flamengo)

Michael Flamengo
Michael foi um dos destaques do Fla nas quartas de final da Copa do Brasil. / Pool/Getty Images

Talismã de Renato Gaúcho, Michael também entrou muito bem no jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil. Elétrico, o atacante do Flamengo incomodou o sistema defensivo do Grêmio, sofreu um pênalti e ainda marcou um gol. Excelente atuação.

10. Emiliano Rigoni (São Paulo)

Emiliano Rigoni
Rigoni vive um excelente momento no São Paulo. / Marcelo Endelli/Getty Images

Rigoni foi o grande protagonista do São Paulo no jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil. O atacante marcou os dois gols e deu uma boa vantagem (2 a 0) para o Tricolor diante do Fortaleza. No fim, o time acabou levando o empate, mas ele fez sua parte.

11. Hulk (Atlético-MG)

Hulk
O Hulk não perdoa... / Pool/Getty Images

Hulk tem feito de tudo no Atlético-MG. Ele se movimenta por todo o campo, auxilia os companheiros, dribla, arrisca chutes e, claro, decide. Diante do Flu, o homem-gol do Galo foi às redes e ainda poderia ter feito mais, mas tomou algumas decisões equivocadas. De todo modo, foi bem.

facebooktwitterreddit