Copa do Brasil

A seleção ideal das oitavas de final da Copa do Brasil

Lucas Humberto
Com enredo épico, São Paulo se classificou às quartas da Copa do Brasil no Allianz Parque
Com enredo épico, São Paulo se classificou às quartas da Copa do Brasil no Allianz Parque / Alexandre Schneider/GettyImages
facebooktwitterreddit

As oitavas de final da Copa do Brasil chegaram ao fim nesta quinta-feira, 14. E com emoção. No Allianz Parque, o São Paulo viu a vantagem da ida se dissipar antes dos 15 minutos do primeiro tempo. Mas o enredo do confronto ainda garantiria pênaltis, protagonismo de Jandrei e a eliminação do favorito Palmeiras. Abaixo, você confere nossa seleção ideal.

1. Jandrei

Jandrei, goleiro do São Paulo
Jandrei brilhou nos pênaltis / Alexandre Schneider/GettyImages

Herói da histórica classificação do São Paulo, Jandrei não brilhou apenas na disputa dos pênaltis. No tempo regulamentar, o goleiro operou milagres que impediram o Palmeiras de ampliar o placar.

2. Yago Pikachu

Yago Pikachu, ex-lateral do Fortaleza
Pikachu se despediu do Leão em grande estilo / Marcelo Hernandez/GettyImages

Se na volta não houve tanto brilhantismo assim, na ida Yago Pikachu simplesmente garantiu a presença do Fortaleza nas quartas. Autor de dois gols, o lateral promete deixar saudades.

3. Léo Pereira

No Maracanã, o Galo conseguiu protagonizar pouquíssimas investidas ofensivas. Muito disso se deve ao desempenho de Léo Pereira, que cansou de anular o Hulk. Esteve entre as peças mais importantes do Flamengo....

4. Manoel

Manoel, defensor do Fluminense
Manoel brilhou na Copa do Brasil / Wagner Meier/GettyImages

Fundamental no primeiro confronto contra o Cruzeiro, Manoel vive momento de plena consolidação sob comando de Fernando Diniz. Está se tornando um dos trunfos do Fluminense.

5. Abner Vinícius

Abner Vinícius, lateral do Athletico
Abner teve grande importância tática / NORBERTO DUARTE/GettyImages

Cada um dos quatro gols do Athletico-PR saiu dos pés de uma peça diferente de Felipão. Destacamos, então, a importância tática imprescindível do lateral Abner Vinícius.

6. Giuliano

Giuliano, meia do Corinthians
Giuliano anotou duas vezes contra o Santos / Wagner Meier/GettyImages

Grande nome do Corinthians na ida, Giuliano contribuiu com dois gols, ou seja, praticamente selou a vaga nas quartas de final. Na Vila Belmiro, acabou passando meio desapercebido.

7. Wellington Rato

Wellington Rato estava em todos os lugares. Autor de um gol e uma assistência, o meia-atacante do Atlético-GO colocou tudo de si em campo para assegurar a vaga do Dragão.

8. Giorgian De Arrascaeta

Giorgian de Arrascaeta, meia do Flamengo
Arrascaeta conduziu a remontada rubro-negra / Buda Mendes/GettyImages

Dispensa comentários, certo? Conhecido por crescer em grandes duelos, Arrascaeta conduziu uma remontada que nunca será esquecida pela torcida do Flamengo. Foram dois gols de muita idolatria envolvida.

9. Jonathan Calleri

Jonathan Calleri, atacante do São Paulo
Calleri sofreu o polêmico pênalti que deu sobrevida ao São Paulo no tempo regulamentar / JAVIER TORRES/GettyImages

Sofreu pênalti, converteu da marca do cal e tentou conter o ímpeto do Palmeiras durante 180 minutos. Embora não tenha anotado, o São Paulo só está na próxima etapa devido ao camisa 9.

10. Germán Cano

Germán Cano, atacante do Fluminense
Cano está entre os principais atacantes do país / Wagner Meier/GettyImages

Faz o L! Germán Cano conhece o caminho das redes como poucos no futebol brasileiro. Não por acaso anotou nas duas partidas. A evolução do Fluminense passa diretamente pelo argentino...

11. Pedrinho

Pedrinho, atacante do América-MG
Pedrinho brincou com a defesa do Botafogo / Buda Mendes/GettyImages

Alguém anotou a placar? Com 5 a 0 no agregado, o América-MG passou o trator no Botafogo. Veloz e preciso, Pedrinho garantiu que os lances mais agudos passassem pelos seus pés.

facebooktwitterreddit