Copa do Brasil

A seleção ideal combinada das quartas de final da Copa do Brasil

Antonio Mota
Hulk, Éverton Ribeiro e outras feras: veja a seleção dos melhores das quartas de final da Copa do Brasil.
Hulk, Éverton Ribeiro e outras feras: veja a seleção dos melhores das quartas de final da Copa do Brasil. / Pool/Getty Images
facebooktwitterreddit

As quartas de final da Copa do Brasil de 2021 chegaram ao fim na noite da última quinta-feira, 15.

Agora, Flamengo, Athletico-PR, Atlético-MG e Fortaleza são os únicos sobreviventes da competição mais democrática do país. E, como não seria diferente, várias figuras dessas equipes foram muito bem nessa última etapa antes das semifinais.

A seguir, veja o XI ideal combinado (ida e volta) das quartas de final da Copa do Brasil. Na ausência de laterals de destaque, montamos nossa seleção no 3-4-3.

1. Santos (Athletico-PR)

Santos Athletico Santos
Goleiro do Athletico, Santos foi muito bem nas quartas de final da Copa do Brasil. / Jam Media/Getty Images

Athletico-PR e Santos fizeram um dos duelos mais equilibrados e disputados das quartas de final da Copa do Brasil. Peça-chave do Furacão, Santos fez a diferença nos 180 minutos da decisão. Em campo, o arqueiro foi exigido e correspondeu muito bem, tendo feito defesas importantes.

2. Titi (Fortaleza)

Titi Fortaleza
Titi foi um dos pilares do Fortaleza contra o SPFC. / Caio Rocha/FramePhoto/Gazeta Press

Titi foi seguro e muito eficiente contra o São Paulo. Em crescente no Fortaleza, o zagueiro contribuiu tanto na defesa quanto no ataque nas quartas de final da Copa do Brasil. Deu uma assistência, 6 cortes, fez interceptações e desarmes etc.

3. Thiago Heleno (Athletico-PR)

Santos Athletico Thiago Heleno
Thiago Heleno foi muito eficiente contra o Santos. / Miguel Schincariol/Getty Images

Thiago Heleno foi outro destaque defensivo do Athletico nas quartas de final da Copa do Brasil. Xerifão, o zagueiro foi soberano contra o Santos e mais uma vez mostrou sua importância para o elenco vermelho e preto.

4. Igor Rabello (Atlético-MG)

Igor Rabello Galo Fluminense
Igor Rabello tomou conta do sistema defensivo do Galo contra o Fluminense. / Miguel Schincariol/Getty Images

Igor Rabello foi muito bem durante praticamente todos os 190 minutos da decisão entre Atlético-MG e Fluminense. Sólido e físico, o zagueiro tomou conta do sistema defensivo do Galo, como os números provam: cortou 13 bolas, travou 4 chutes, fez 6 interceptações e três desarmes.

5. Éderson (Fortaleza)

Ederson Fortaleza
Éderson continua muito consistente no Fortaleza. / Alexandre Schneider/Getty Images

Éderson se tornou uma peça importante do Fortaleza nos últimos meses. Sob comando de Vojvoda, o volante assumiu maior protagonismo no Leão e hoje é um dos destaques da posição no país. E provou isso nas quartas de final da Copa do Brasil, tendo participado bem na ‘destruição’ e também na produção de jogadas contra o São Paulo.

6. Yago Pikachu (Fortaleza)

Joao Rojas, Tinga, Yago Pikachu São Paulo Fortaleza
Gol e muita participação: Pikachu foi bem contra o São Paulo. / Alexandre Schneider/Getty Images

Yago Pikachu foi decisivo na classificação do Fortaleza diante do São Paulo. Além de ter ido às redes no Morumbi, o camisa 22 participou de outros lances perigosos e também incomodou bastante o sistema defensivo do clube do Sudeste.

7. Éverton Ribeiro (Flamengo)

Everton Ribeiro Flamengo
Éverton Ribeiro foi um dos grandes nomes do Fla nas quartas de final da Copa do Brasil. / Wagner Meier/Getty Images

Éverton Ribeiro foi um dos poucos personagens do Flamengo que participaram das duas partidas das quartas de final da Copa do Brasil. E ele foi bem. Inspirado desde a chegada de Renato Gaúcho, o meio-campista comandou o Fla e teve duas atuações convincentes.

8. Nacho Fernández (Atlético-MG)

Ignacio Fernandez Atlético
Nacho é o coração do Galo. / Pool/Getty Images

Nacho Fernández se encaixou como uma luva no Atlético-MG. Contra o Fluminense, o meio-campista deu uma linda assistência e ainda ajudou como de costume com passes diferenciados e boa articulação no ataque.

9. Hulk (Atlético-MG)

Hulk Galo
Hulk vem destruindo no Galo. / Pool/Getty Images

Hulk simplesmente vem sobrando no futebol da América do Sul. Nas quartas de final da Copa do Brasil, o atacante marcou dois dos três tentos do Atlético contra o Fluminense. Um monstro.

10. Vitinho (Flamengo)

Flamengo Vitinho
Vitinho cresceu nos últimos meses no Flamengo. / CESAR OLMEDO/Getty Images

Embora não tenha sido tão participativo no jogo de volta, Vitinho acabou com o Grêmio na partida de ida das quartas de final da Copa do Brasil. Em boa fase no Flamengo, o camisa 11 marcou um gol e deu duas assistências na decisão contra o Imortal. Ou seja, participou diretamente de 3 dos 6 tentos do time.

11. Pedro (Flamengo)

Pedro Flamengo
Pedro garantiu o Flamengo nas semis da Copa do Brasil. / Buda Mendes/Getty Images

Pedro disputou apenas 30 minutos nas quartas de final da Copa do Brasil, mas já mostrou que é realmente diferenciado. Com muito faro de gol e oportunismo, o camisa 21 garantiu o resultado do Flamengo contra o Grêmio no Maracanã, tendo feito os dois gols do time.

facebooktwitterreddit