Copa do Brasil

A seleção das semifinais da Copa do Brasil

Lucas Humberto
Flamengo e Corinthians farão mais um Clássico das Nações decisivo em 2022
Flamengo e Corinthians farão mais um Clássico das Nações decisivo em 2022 / Wagner Meier/GettyImages
facebooktwitterreddit

São Paulo e Fluminense se despediram. Flamengo e Corinthians se encontram na decisão da Copa do Brasil 2022. A competição mais democrática do calendário nacional começou com 80 equipes envolvidos. Restaram duas.

Agora, dois gigantes e campeões de outras edições do torneio se preparam para mais um decisivo Encontro das Nações. Jogo para torcedor nenhum colocar defeito. Abaixo, você confere nossa seleção da semifinal, considerando ida e volta.

1. Santos – Flamengo

Santos, goleiro do Flamengo
Goleiro brilhou com grandes defesas / JUAN MABROMATA/GettyImages

Foram quatro defesas na ida e seis na volta. Santos, em poucos meses, ofereceu a segurança e a tranquilidade que o copeiro Flamengo tanto precisava para ir mais longe.

2. Fagner – Corinthians

Fagner, lateral do Corinthians
Lateral do Timão teve grande atuação defensiva / Andre Borges/GettyImages

A espera da Fiel para ver Fagner em sua melhor forma física valeu a pena. Cada carrinho bem-sucedido do lateral era uma vibração extra nas arquibancadas. Referência.

3. Fabián Balbuena – Corinthians

Fabián Balbuena, zagueiro do Corinthians
Zagueiro anulou Germán Cano / Ricardo Moreira/GettyImages

Anular Germán Cano, dono de incríveis 33 gols no ano, não é uma tarefa para qualquer defensor. Felizmente para o Timão, Balbuena passa muito longe de ser um zagueiro comum. General.

4. Léo Pereira – Flamengo

Léo Pereira, zagueiro do Flamengo
Defensor cresceu de produção / Andre Borges/GettyImages

Não satisfeito em ser destaque no primeiro dos confrontos da semifinal, Léo Pereira brilhou de novo no segundo. Foram 180 minutos de um pleno domínio sobre os atacantes do São Paulo.

5. Fábio Santos – Corinthians

Fábio Santos, lateral do Corinthians
Experiente lateral contribuiu muito na expressiva vitória alvinegra / Alexandre Schneider/GettyImages

Jogador de características mais copeiras do elenco de Vítor Pereira, Fábio Santos foi defensivamente impecável na volta da semifinal. Ganhou todos os duelos disputados no alto e pelo solo.

6. Fausto Vera – Corinthians

Oito desarmes, duas interceptações, 9/12 duelos ganhos, 35/39 passes certos, 3/3 bolas longas certas e um passe decisivo. Esses são os números de Fausto Vera contra o Fluminense, em São Paulo. Dispensa comentários.

7. Renato Augusto – Corinthians

Grande nome da classificação alvinegra, Renato Augusto viveu uma noite mágica na Neo Química Arena. Muito além do gol e dos números precisos, o camisa 8 colocou 101% de si em campo. E disso a Fiel não se esquece.

8. Giorgian De Arrascaeta – Flamengo

A capacidade de Arrascaeta de mudar o rumo de partidas inteiras em segundos segue surpreendendo. Uma assistência na ida, um gol na volta e uma eliminação na conta do São Paulo.

9. Éverton Ribeiro – Flamengo

Éverton Ribeiro, meia do Flamengo
Ribeiro foi convocado para a seleção brasileira / SOPA Images/GettyImages

A convocação de Éverton Ribeiro para os amistosos da seleção dividiu opiniões. Bem, se alguém ainda discorda de Tite depois das exibições do meia na Copa do Brasil, realmente não há nada para ser feito. Absoluto.

10. Jhon Arias – Corinthians

Jhon Arias, atacante do Fluminense
Jhon Arias em ação pelo Fluminense / Wagner Meier/GettyImages

Motor do Fluminense, Jhon Arias foi às redes no Maracanã e, em São Paulo, até tentou alguns lances individuais, mas a defesa alvinegra estava muito bem postada. De qualquer maneira, merece um lugar na seleção.

11. Gabriel Barbosa – Flamengo

Gabriel Barbosa, atacante do Flamengo
Gabigol contribuiu de forma coletiva / SOPA Images/GettyImages

Na referência ofensiva, nossa escolha não poderia ser diferente. Cada partida mais voluntarioso, Gabriel Barbosa se tornou exatamente o que a Nação tanto pediu: um líder.

facebooktwitterreddit