A preocupante postura da seleção inglesa sobre a vacinação

Lucas Humberto
Seleção inglesa silenciosamente endossa movimento anti-vacina num período de crescente popularidade entre os jovens
Seleção inglesa silenciosamente endossa movimento anti-vacina num período de crescente popularidade entre os jovens / Laurence Griffiths/GettyImages
facebooktwitterreddit

Vacinação contra a Covid-19 e discursos retrógrados. Duas coisas que, a princípio, não possuem relação, mas têm um ponto em comum: estão avançando no mundo inteiro. Aquela que poderia ser uma boa notícia, afinal, significaria certa aproximação do fim da pandemia, pode ser interrompida por argumentos falsos, convicções absurdas e uma luta ferrenha pelo direito de não contribuir com a questão sanitária mundial.

Pode não parecer, mas a descrição acima combina perfeitamente com a popular seleção inglesa. Segundo informações do jornal britânico The Sun, há pelo menos cinco jogadores do time nacional que não querem receber o imunizante. Os motivos levantados pelo veículo, por mais absurdos que sejam, envolvem a falsa alegação da juventude e boa forma física como proteção ao vírus e até que a vacina seja uma “ferramenta para os governos espionarem as pessoas”.

Os nomes não foram revelados. No entanto, uma entrevista recente de Gareth Southgate nos deu uma ideia da posição dos Três Leões: "Eles [os jogadores] estão mais suscetíveis a posts nas redes sociais, ou mesmo compartilhar questões em seus perfis, e sabemos quantas teorias estão circulando por aí. Eu estou disposto a falar sobre isso, mas consigo dizer com 100% de certeza que o programa de vacinação é seguro? Bem, eu não consigo, pois não sou médico e nem cientista".

"Creio que não estaríamos nessa posição de agora [com grande parte da população vacinada] se o programa do governo tivesse sido feito sem pesquisa ou sem a convicção de que ele é realmente efetivo. Por isso, estou confortável em correr esse risco. Mas entendo que outros se sintam menos à vontade sobre isso e que haja alguma ansiedade em torno do tema. Por isso é mais complicado para que os atletas se posicionem a respeito", completou o treinador.

Gareth Southgate Seleção Inglesa Inglaterra Vacinação Covid-19
Southate participou de uma campanha apoiando a vacinação / Quality Sport Images/GettyImages

Embora tenha ganhado mais notoriedade recentemente, a reação do público anti-vacina passa longe de ser recente. O próprio Southgate foi amplamente criticado após ter protagonizado uma campanha de vacinação da NHS: "As pessoas foram bastante agressivas nos comentários, o que te faz pensar duas vezes antes de emitir qualquer opinião. Porque, pensando assim, e se você estiver do lado errado? Eu sei, agora, que estou do lado certo, que tomei a vacina".

Infelizmente, repercussões mais intensas acerca do tema devem acontecer apenas em 2022, quando o Mundial estiver próximo. Sabe-se, por exemplo, que o planejamento do Catar deverá exigir imunização completa como item obrigatório. Daí, talvez, ingleses e outros manifestantes silenciosos contra a ciência escolham o lado da saúde pública. Afinal, apesar da presença tecnológica garantir que estamos no século XXI, a punição parece seguir como ameaça mais efetiva.

Aston Villa Premier League Seleção Inglesa Southgate Covid-19 Vacinação
Número de jovens em jogos da Premier League costuma chamar atenção / Chloe Knott - Danehouse/GettyImages

A postura da seleção inglesa já seria preocupante por si só. No entanto, chama atenção como esse comportamento pode ser ainda mais danoso em razão da popularidade crescente da finalista da última edição da Euro. Mason Mount, Phil Foden, Jadon Sancho, Raheem Sterling etc são rostos adorados por milhões de jovens que fazem questão de lotar os estádios da Inglaterra com certa frequência - o Wembley que o diga.

Então, quando um grupo arbitrariamente escolhe se mostrar contrário aos imunizantes testados e comprovados cientificamente, o impacto na juventude apaixonada pelo futebol é incalculável. Infelizmente, parece que estamos diante de outro caso onde célebres humanos lutam incessantemente pelo direito de serem estúpidos. E fatalmente vão levar uma série de outras pessoas no mesmo barco.

Chelsea Mason Mount Seleção Inglesa Inglaterra Covid-19 Vacinação
Criança pede a camiseta de Mason Mount, um dos jogadores mais adorados do Chelsea / Visionhaus/GettyImages
facebooktwitterreddit