Copa do Mundo 2022

A estrela de cada uma das 32 seleções que estarão na Copa do Mundo do Catar

Antonio Mota
Referências em Argentina e Brasil, Lionel Messi e Neymar estarão na Copa do Mundo.
Referências em Argentina e Brasil, Lionel Messi e Neymar estarão na Copa do Mundo. / MAURO PIMENTEL/GettyImages
facebooktwitterreddit

A Copa do Mundo do Catar vai reunir vários dos maiores e melhores jogadores da era moderna do jogo e, nela, nomes como Lionel Messi, Cristiano Ronaldo e Neymar estarão em evidência. O camisa 10 da Argentina, aliás, vai estar ainda mais nos holofotes após já ter antecipado que essa será a sua última participação no Mundial. Um duro baque no coração dos fãs do esporte.

Seja como for, essa Copa vai contar com estrelas do mais alto nível e, inclusive, os gramados do Oriente Médio receberão astros que dificilmente passariam por ali. Bom para o jogo e, também, para aqueles que poderão acompanhar essas feras. E olha que praticamente toda seleção vai levar ao menos um extraclasse – mesmo que dentro de 'esferas' diferentes.

A seguir, sem mais delongas, veja os craques de cada uma das 32 seleções que estarão na Copa do Mundo, marcada para acontecer entre 20 de novembro e 18 de dezembro. Confira – a lista foi montada em ordem alfabética.

1. Alemanha – Joshua Kimmich

Joshua Kimmich, meio-campista da Alemanha.
Kimmich é peça-chave na Alemanha. / Christina Pahnke/GettyImages

Uma das fortes candidatas ao título da Copa do Mundo, a Alemanha é forte pelo conjunto e se destaca pelo coletivo consistente e poderoso. Há, no entanto, um nome a ser distinguido: Kimmich. O meio-campista do Bayern de Munique é protagonista no jogo e se diferencia dos companheiros – e de muitos adversários – pela imensa facilidade em ditar o ritmo de uma partida. É uma estrela de classe mundial.

2. Arábia Saudita – Salem Al-Dawsari

Salem Al-Dawsari
Salem Al-Dawsari é referência na Arábia Saudita / Masashi Hara/GettyImages

Salem Al-Dawsari vai ter uma tarefa muito complicada no Catar. Nos últimos dois meses do ano, a estrela da Arábia Saudita vai ter que se virar nos 30’ para conseguir levar sua seleção para além da fase de grupos da Copa do Mundo. De todo modo, seus compatriotas ficarão felizes em apreciar o seu futebol.

3. Argentina – Lionel Messi

Lionel Messi
Messi vai se despedir das Copas do Mundo no Catar. / Elsa/GettyImages

O fim de uma era. Um dos maiores jogadores de todos os tempos, Lionel Messi vai se despedir da Copa do Mundo no Catar. Ao longo da sua gloriosa carreira, o camisa 10 da Argentina já disputou quatro Mundiais (2006, 2010, 2014 e 2018) e nunca conseguiu o troféu. Sua melhor tentativa foi há cerca de oito anos, em 2014, quando foi vice-campeão no Brasil... Vai fazer falta em 2026, mas seu legado já foi escrito.

Há, inclusive, muita expectativa sobre o que o astro vai aprontar no Oriente Médio. Hora do título?

4. Austrália – Mathew Ryan

Mathew Ryan
Mathew Ryan é nome importante na Austrália. / Matthew Ashton - AMA/GettyImages

A Austrália é uma equipe bastante aguerrida e que não pretende se entregar facilmente no Mundial do Catar. Se não conseguir vencer, os Socceroos esperam ao menos não perder – o plano é atrapalhar os adversários. Para isso, o esquadrão conta com o bom goleiro Mathew Ryan, que é referência na equipe.

5. Bélgica – Kevin De Bruyne

Kevin De Bruyne
De Bruyne é candidato a craque da Copa do Mundo. / Stuart Franklin/GettyImages

Cérebro do Manchester City e da Bélgica, De Bruyne é um dos melhores meio-campistas do planeta e seguramente tem qualidade suficiente para ser “o cara” do seu país na Copa do Mundo. Aliás, tem potencial para ser o grande nome do próprio Mundial. Os adversários dos Rode Duivels que se cuidem...

6. Brasil – Neymar

Neymar Jr
Neymar é a grande referência técnica do Brasil. / Jonathan Moscrop/GettyImages

A Seleção Brasileira é uma das mais qualificadas e brilhantes do mundo e isso é inegável. O que também é unânime é que o principal astro da Amarelinha é Neymar. Referência no Paris Saint-Germain e homem de confiança de Tite, o camisa 10 é muito acima da média e vai ao Mundial como uma das figuras de classe mundial. Joga muito.

7. Camarões – André Onana

ANDRE ONANA
Onana é protagonista no Camarões. / Visionhaus/GettyImages

Outro goleirão na lista: Onana. O guarda-redes de Camarões já se envolveu em problemas extracampo e pagou caro por isso, mas é muito qualificado e pode ajudar seu país mesmo estando “enferrujado”. A Inter de Milão não investiu em sua contratação por nada: é um dos arqueiros mais promissores em atividade na Europa.

8. Canadá – Alphonso Davies

Alphonso Davies
Do Canadá para o planeta: Alphonso Davies é uma estrela de classe mundial. / Matthew Ashton - AMA/GettyImages

Alphonso Davies já faz parte de uma geração histórica do Canadá. Isto porque, o lateral do Bayern de Munique e seus companheiros conseguiram classificar os Canucks para o Mundial pela primeira vez em 36 anos. O camisa 19 é o nome mais badalado do futebol do seu país e, de fato, é um dos melhores da posição no mundo.

9. Catar – Akram Afif

Akram Afif
Destaque no Catar, Akram Afif vai surpreender no Mundial? / Robbie Jay Barratt - AMA/GettyImages

Akram Afif vai estrear na Copa do Mundo junto ao Catar. Sua missão não será nada fácil, já que vai ter que ajudar o frágil esquadrão do país sede a surpreender o planeta bola. O atacante do Al-Sadd, que já atuou em clubes da Europa, tem potencial.

10. Coreia do Sul – Son Heung-min

Son Heung-Min
Son é um dos grandes personagens da história do futebol da Ásia. / Chung Sung-Jun/GettyImages

Son Heung-min é uma ilha isolada de talento e genialidade na Coreia do Sul. O atacante é há anos uma das grandes estrelas do Tottenham e o principal personagem do seu país. inclusive, poucos são os jogadores nesta lista que estão tão à frente dos seus companheiros de seleções quanto o sul-coreano...

11. Costa Rica – Keylor Navas

Keylor Navas
Navas se consolidou na Europa nos últimos anos. / Mohamed Farag/GettyImages

A Costa Rica não conta com um elenco muito rico e isso certamente facilita para o “vencedor” do posto de estrela da equipe: o goleiro Keylor Navas. Ainda assim, o guarda-redes tem o seu mérito, afinal, é excepcional e já alcançou muito destaque em sua posição. É o dono do time.

12. Croácia – Luka Modrić

Luka Modric
Modrić é estrela no Real Madrid e na Croácia. / Robbie Jay Barratt - AMA/GettyImages

Modrić levou a Croácia ao vice na última Copa do Mundo e agora espera ao menor repetir o feito. Em plena forma no Real Madrid, o meio-campista não foi eleito o melhor do mundo há poucos anos por obra do acaso – apesar das contestações. O croata é diferente e merece ser chamado de “craque”. Joga de eterno e parece ter se esquivado dos golpes do tempo.

13. Dinamarca – Christian Eriksen

Christian Eriksen
Christian Eriksen certamente será ovacionado na Copa do Mundo. / Jean Catuffe/GettyImages

Christian Eriksen venceu a morte e está pronto para se aventurar em mais uma grande jornada com a Dinamarca. Reforço do Manchester United para a temporada, o meio-campista é o personagem principal e a estrela do seu país. Vai estar em evidência na Copa do Mundo.

14. Equador – Moisés Caicedo

Equador Moisés Caicedo
Caicedo é uma grande joia do Equador. / ALBERTO VALDES/GettyImages

Moisés Caicedo é um dos prodígios a ser observado com muito carinho nesta lista das grandes estrelas da Copa do Mundo do Catar. O meio-campista tem apenas 20 anos de idade, mas é cheio de talento e não à toa já goza de muita moral tanto na Seleção do Equador quanto no Brighton & Hove Albion. É um diamante a ser lapidado.

15. Espanha – Pedri

Pedri
Pedri tem tudo para decolar no Mundial. / David Ramos/GettyImages

Pedri é um mais um talento raro a surgir no Barcelona. Apesar da pouca idade, o meio-campista de 19 anos é titular incontestável no Barça e já ostenta gigantesco prestígio na Espanha. É uma das grandes esperanças da equipe, sobretudo para os próximos Mundiais.

16. Estados Unidos – Christian Pulisic

Christian Pulisic
Pulisic é a maior esperança dos Estados Unidos. / Brad Smith/ISI Photos/GettyImages

Pulisic seria recebido de braços abertos em diversas seleções que marcarão presença na Copa do Mundo. O talento do Chelsea, no entanto, já tem o seu destino traçado: vai tentar a sorte com o modesto pelotão dos Estados Unidos. A expectativa é que ele “carregue” o seu país nas costas...

17. França – Kylian Mbappé

Kylian Mbappe
Kylian Mbappé quer mais uma Copa do Mundo com a França. / Matthias Hangst/GettyImages

Difícil! Atual vencedora da Copa do Mundo, a França é dona de um dos elencos mais poderosos e valiosos do planeta, contando com nomes como Karim Benzema, atual melhor do mundo, Dembélé e Antoine Griezmann. Ainda assim, não há como deixar Mbappé ‘de lado’ nesta lista. O camisa 7 é um grande ícone do futebol na atualidade e merece ser evidenciado aqui.

18. Gana – Iñaki Williams

Inaki Williams
Vai um gol aí? Iñaki Williams vai com tudo para a Copa do Mundo. / Sebastian Frej/MB Media/GettyImages

Iñaki Williams se sobressai na Seleção de Gana e no Athletic Bilbao mais pela regularidade e entrega do que pela genialidade, mas, ainda assim, é válido citá-lo aqui. O atacante já se acostumou a atuar em ligas competitivas e tem experiência de sobre para ajudar a sua nação. Thomas Partey, Mohammed Salisu e Mohammed Kudus também serão importantes para o time.

19. Holanda – Virgil van Dijk

Virgil Van Dijk
Van Dijk é um dos principais zagueiros do planeta. / BSR Agency/GettyImages

A Holanda conta com excelentes jogadores em praticamente todos os setores, mas não há ninguém tão dominante quanto o zagueiro Virgil van Dijk, do Liverpool. O defensor é um dos melhores do planeta em sua posição e não decepciona. É homem de confiança na Laranja Mecânica e pode até mudar o destino dos jogos.

20. Inglaterra – Harry Kane

Harry Kane
O Furacão "Kane" é um terror para os defensores. / Robbie Jay Barratt - AMA/GettyImages

Harry Kane é o capitão e o camisa 10 da Inglaterra e isso já diz muito sobre o tamanho do craque para o seu país. O “Furacão” é referência no English Team e é uma das poucas certezas da problemática equipe de Gareth Southgate. É importante mencionar que ele foi o artilheiro da última Copa do Mundo, em 2018, com gols.

21. Irã – Sardar Azmoun

Sardar Azmoun
Sardar Azmoun tem se estabelecido bem no Irã. / ATPImages/GettyImages

A Seleção do Irã não manifesta tanto poder e prestígio quanto outras que disputarão a Copa, mas também não vai ao Catar sem “cartas na manga”. A equipe tem alguns bons jogadores como Mehdi Taremi, do Porto, e Sardar Azmoun, do Bayer Leverkusen. Esse segundo, aliás, é o protagonista do time... Há, no entanto, dúvidas quanto ao seu condicionamento físico, já que ele se lesionou recentemente.

22. Japão – Daichi Kamada

Daichi Kamada
Kamada busca o impossível com o Japão. / Alex Grimm/GettyImages

O meia-atacante Daichi Kamada é a arma secreta do Japão, que é um dos azarões com mais potencial para surpreender na Copa do Mundo. O XI inicial da equipe é talentoso e tem nomes que podem fazer a diferença, como é o caso de Kamada. Ele será o responsável por liderar o seu time no Catar.

23. Marrocos – Achraf Hakimi

Achraf Hakimi
Achraf Hakimi tem poucos companheiros de alto nível no Marrocos. / Fran Santiago/GettyImages

Um atacante? Um meia? Não! O versátil lateral-direito Achraf Hakimi é, sem dúvidas, o maior nome do Marrocos. O badalado ala do PSG tem recurso e é o "motorzinho" do seu esquadrão. Cabe notar, porém, que há outros bons jogadores em sua seleção, como Hakim Ziyech e Noussair Mazraoui.

24. México – Hirving Lozano

Hirving Lozano
Lozano e o México sonham alto. / Omar Vega/GettyImages

Enquanto o surpreendente Guillermo Ochoa será responsável por fechar a meta do México, Lozano é quem vai ter que liderar do meio de campo para a frente. O atacante da Napoli é a maior esperança da sua seleção e a figura a assumir o papel de conectar Edson Álvarez e demais companheiros.

25. País de Gales – Gareth Bale

Gareth Bale
Estrela do País de Gales, Bale vai deixar o golfe de lado no Catar. / Visionhaus/GettyImages

Bale perdeu muito do prestígio que já teve dentro e fora do futebol do Velho Continente, mas ainda continua sendo a grande estrela do País de Gales. O ex-Real Madrid que hoje atua no Los Angeles FC é um baita jogador e já provou isso nos principais palcos do jogo. Se focar no campo e bola pode dar trabalho no Catar. Será?

26. Polônia – Robert Lewandowski

Robert Lewandowski
Lewandowski é referência de camisa 9 na Polônia e no mundo. / Visionhaus/GettyImages

Lewandowski é isoladamente o maior nome da Seleção da Polônia. Antiga referência do Bayern de Munique e hoje no Barcelona, o camisa 9 sabe como ir às redes e é um perigo constante para o sistema defensivo dos adversários. Sua equipe dificilmente vai lhe dar a ajuda necessária no Catar, mas isso não deve ser um problema...

27. Portugal – Cristiano Ronaldo

Cristiano Ronaldo
Cristiano Ronaldo vai para mais uma Copa do Mundo no Catar. / Soccrates Images/GettyImages

Maior nome da história de Portugal e uma das grandes lendas do esporte, Cristiano Ronaldo é o maior protagonista do futebol de seleções ainda em atividade no planeta. Goleador histórico da Seleção de Quinas e cheio de feitos na bagagem, o camisa 7 do Manchester United vai tentar o impossível na Copa do Mundo do Catar. Será que o Robôzão vai quebrar mais recordes e conseguir esse troféu para o seu país?

28. Senegal – Sadio Mané

Sadio Mane
Mané é um atacante de excelência e quer ir longe no Mundial. / Robbie Jay Barratt - AMA/GettyImages

Senegal conta com diversos nomes de altíssimo nível e que inclusive atuam na elite da Europa, como Kalidou Koulibaly e Idrissa Gueye, mas, ainda assim, não há quem desbanque Sadio Mané. O atacante do Bayern é um fenômeno e cairia muito bem em qualquer seleção que estará na Copa do Mundo.

29. Sérvia – Dušan Vlahović

Vlahović
Vlahović é uma das grandes promessas da Sérvia. / ANDREJ ISAKOVIC/GettyImages

Embora não seja uma seleção do primeiro escalão da bola, a Sérvia vai desembarcar no Oriente Médio com armas suficientes para incomodar. Afinal, as Águias Brancas têm nomes que esbanjam talento como Dusan Tadić, Aleksandar Mitrović e Filip Kostić, além, claro, da sensação Dušan Vlahović. O atacante da Juventus é diferenciado e letal. Vale ficar de olho nele.

30. Suíça – Yann Sommer

Yann Sommer
Sommer é líder na Suíça. / Carsten Harz/GettyImages

Sommer sofreu uma lesão no tornozelo recentemente e, por isso, virou uma “dor de cabeça” para a Suíça. O goleiro é referência dentro e fora de campo no país e será uma ausência muito sentida caso realmente não possa participar da Copa do Mundo. É o grande nome do time, que conta com bons jogadores como Denis Zakaria e Granit Xhaka – este último, aliás, é outro candidato ao posto de estrela suíça.

31. Tunísia – Wahbi Khazri

Wahbi Khazri
Wahbi Khazri caminha para suas últimas histórias como grande protagonista na Tunísia. / Marc Atkins/GettyImages

Hannibal Mejbri seguramente será o principal astro da Tunísia em um futuro próximo, mas ainda é preciso respeitar o veterano Khazri. O centroavante é o líder da equipe dentro das quatro linhas e detém muita admiração entre os companheiros. É um pilar do frágil esquadrão.

32. Uruguai – Federico Valverde

Valverde
O futebol de Valverde tem crescido cada vez mais. / Sebastian Frej/MB Media/GettyImages

Valverde é nome para o presente e futuro do Uruguai e do Real Madrid, onde vem se firmando cada vez mais. Destaque no Santiago Bernabéu e nos desafios da Celeste, o versátil meio-campista é muito acima da média e hoje aparece como um dos destaques da sua posição no mundo. Será muito útil para o seu país no Catar. Arrascaeta, Darwin Núñez e cia agradecem.

facebooktwitterreddit