A Copa do Mundo já foi decidida nos pênaltis?

Fabio Utz
Erro de Baggio garantiu o título de 1994 ao Brasil
Erro de Baggio garantiu o título de 1994 ao Brasil / CHRIS WILKINS/GettyImages
facebooktwitterreddit

Empate no tempo normal, empate na prorrogação. O que significa isso? Que a decisão vai para os pênaltis. E na história das Copas do Mundo dois campeões já foram conhecidos assim, na disputa de tiros livres.

Claudio Taffarel Pênalti Final Copa do Mundo Brasil Itália 1994
Taffarel pegou pênalti de Massaro na final de 1994 / GABRIEL BOUYS/GettyImages

O tetracampeonato do Brasil, em 1994, foi conquistado justamente nas penalidades máximas. No estádio Rose Bowl, em Pasadena-EUA, a seleção brasileira ficou no 0 a 0 com a Itália após 120 minutos. Com isso, não restou outra alternativa que não colocar a bola na marca da cal. A disputa, claro, foi emocionante, e a equipe comandada pelo técnico Carlos Alberto Parreira acabou vencendo por 3 a 2.

Fabio Grosso Itália França Final Pênalti Copa do Mundo 2006
Pênalti convertido por Grosso selou o título da Itália em 2006 / Simon M Bruty/GettyImages

Em 2006, o cenário se repetiu, mas com a Itália e a França de protagonistas. O estádio Olímpico de Berlim-ALE viu o duelo terminar empatado em 1 a 1 no tempo normal. Como o placar não se alterou na prorrogação, vieram os pênaltis. E os italianos levaram a melhor. Triunfo por 5 a 3 e o tetra garantido.

Brasil 3 x 2 Itália - Pênaltis, Copa do Mundo de 1994

Converteram para o Brasil: Romário, Branco e Dunga

Converteram para a Itália: Albertini e Evani

Errou para o Brasil: Márcio Santos

Erraram para a Itália: Baresi, Massaro e Roberto Baggio

Itália 5 x 3 França - Pênaltis, Copa do Mundo de 2006

Converteram para a Itália: Pirlo, Materazzo, De Rossi, Del Piero e Fabio Grosso

Converteram para a França: Wiltord, Abidal e Sagnol

Errou para a França: Trezeguet

facebooktwitterreddit