Barcelona

9 lendas do Barcelona que jogaram pelo clube até o final de suas carreiras

Lucas Humberto
Puyol e mais nove: 10 lendas do Barcelona que jogaram pelo clube até o final de suas carreiras.
Puyol e mais nove: 10 lendas do Barcelona que jogaram pelo clube até o final de suas carreiras. / David Ramos/GettyImages
facebooktwitterreddit

Encontrar exemplos de One Club Man - ou jogadores de um só clube - no futebol moderno está cada vez mais raro. Sempre que falamos do assunto, nomes como Francesco Totti, Rogério Ceni e Ryan Giggs surgem no debate. Mas, você sabe quantos desses jogadores o Barcelona teve ao longo de sua história? Carles Puyol não foi o único...

1. Sígfrid Gràcia

Primeiro One Club Men culé de muitos, Sígfrid Gràcia defendeu o manto blaugrana entre 1952 e 1966. Nesse período, disputou 525 partidas, entre oficiais e amistosos, e levantou 11 títulos em 14 anos, incluindo três taças do torneio nacional.

2. Carles Rexach

Conhecido como Gran Capità, Rexach teve toda sua carreira ligada ao Barcelona. Ele estreou em 1965 e ficou até se aposentar, precisamente nos idos de 1981. Após deixar as quatro linhas, o espanhol permaneceu enquanto técnico. Carles ainda teve influência na chegada de Messi.

3. Carles Puyol

Carles Puyol Barcelona
Puyol ficou conhecido pela raça / Manuel Queimadelos Alonso/GettyImages

Exemplo mais recente e emblemático do assunto, Carles Puyol é o último One Club Man da história blaugrana. Dos anos nas categorias de base ao último jogo oficial (1995 - 2014), o marcante zagueiro sempre tratou de deixar tudo de si em campo.


Sob a premissa de profissionalismo, estes jogadores abaixo também são considerados One Club Man:

4. Andreu Bosch

Campeão espanhol na temporada 1928/29, Andreu Bosch atuou pelos culés entre 1922 e 1929. Apesar da conquista expressiva, o jogador não estava entre os absolutos. Aliás, ele marcou presença em pouquíssimos jogos oficiais.

5. Esteve Pedrol

Pedrol iniciou a carreira no América, tendo mais tarde acertado sua transferências rumo ao Tarrasa, da Espanha. Contudo, apesar de ter defendido outras cores, quase todo o período profissional do atleta teve o Barcelona como palco. Ele permaneceu no time catalão entre 1926 e 1941.

6. Joaquim Brugué

Antes de estrear profissionalmente pela equipe blaugrana, Joaquín Brugué esteve no Girona. Depois que partiu rumo ao Barça, só saiu quando pendurou as chuteiras. A carreira do espanhol, no entanto, acabou durando menos que o imaginado, mais precisamente entre 1951 e 1959.

7. Joan Segarra

Joan Segarra teve formação de base dividida entre Sansenc, Sant Pol e Vilafranca. Contudo, foi no gigante da Catalunha que ele construiu seus principais feitos, incluindo participação na histórica temporada das Cinco Copas.

8. Martí Verges

Assim como nos casos anteriores, Martí Verges teve formação de base em outras equipes, mas deu seus primeiros passos profissionais no Barcelona. E ali permaneceu até decidir pendurar as chuteiras. Para o espanhol, esse período foi de 1956 até 1966.

9. Ferran Olivella

10 títulos, mais de 500 jogos e 13 temporadas profissionais dedicadas ao Barcelona (de 1954 a 1969). Essa é uma definição que resume bem os feitos de Ferran Olivella. Em 1964, o zagueiro espanhol sagrou-se campeão europeu pela seleção.

facebooktwitterreddit