Listas

9 jogadores brasileiros que deixaram o futebol chinês nos últimos anos

Nathália Almeida
Elkeson está de saída do futebol chinês
Elkeson está de saída do futebol chinês / Matt King/GettyImages
facebooktwitterreddit

Mercado que se consolidou como paraíso fiscal para jogadores europeus e sul-americanos durante a década de 2010, o futebol chinês começa a testemunhar uma verdadeira debandada de talentos, consequência natural da nova política financeira/administrativa vigente no país.

A redução de investimentos e o maior controle aplicado no quesito "teto salarial" culminaram na saída de diversos atletas brasileiros do país. Vamos relembrar alguns deles?


1. Hulk

Hulk
Hulk atuava na China, mas optou por voltar ao Brasil / Matt Roberts/GettyImages

Após quatro anos vestindo a camisa do Shanghai SIPG - tornando-se ídolo do clube e de sua torcida -, Hulk decidiu retornar ao seu país de origem no início de 2021, acertando com o Atlético-MG. Hoje, o atacante caminha para fechar o ano com 3 títulos relevantes e status de artilheiro da elite nacional.

2. Renato Augusto

Renato Augusto
Meio-campista era referência no Beijing / Simon Holmes/GettyImages

Outro brasileiro que ocupava posição de prestígio no futebol chinês era Renato Augusto, referência técnica e moral no Beijing Guoan por longas cinco temporadas. A nova regulamentação do futebol local levou o meia a buscar uma nova experiência de carreira, fechando com o Corinthians ao longo da temporada 2021.

3. Miranda

FBL-CHN-CSL
Miranda estava na China antes de acertar com o SPFC / STR/GettyImages

O caso envolvendo Miranda é um pouco diferente dos demais, já que sua equipe anterior simplesmente encerrou as atividades por conta da crise financeira. Campeão chinês com o Jiangsu Suning, o experiente zagueiro acabou voltando ao clube onde é ídolo, o São Paulo.

4. Ricardo Goulart

Ricardo Goulart
Goulart é mais um jogador que pode pintar na Série A em breve / Fred Lee/GettyImages

Meia-atacante que fez muito sucesso no Brasil com a camisa do Cruzeiro, Ricardo Goulart também foi um fenômeno na China, especialmente com a camisa do Guangzhou Evergrande. Atualmente, está livre no mercado, alvo de clubes como Palmeiras, Corinthians e Fluminense.

5. Muriqui

FBL-CHN-CSL
Muriqui deixou a China por motivos pessoais / STR/GettyImages

Atacante veterano do qual o torcedor do Vasco se lembra bem, Muriqui foi um dos primeiros brasileiros a se aventurar no futebol chinês, ainda em 2010. Entre idas e vindas, decidiu rescindir com o Shijiazhuang Ever Bright deixar o país por motivos pessoais: a pandemia de Covid-19 implicou em novas restrições de circulação de pessoas, dificultando a entrada de sua família em solo chinês.

6. Paulinho

Paulinho
Paulinho está próximo de retornar ao Corinthians / DI YIN/GettyImages

Ídolo atemporal da torcida do Guangzhou Evergrande, Paulinho passou longos anos de sua carreira neste clube que pode ser considerado uma potência local, até acertar sua transferência ao Al Ahli. A jornada no time saudita, no entanto, foi curta e pouco impactante. Está livre no mercado e negocia seu retorno ao Corinthians.

7. Elkeson

Elkeson
Elkeson é mais um de saída do futebol chinês / Matt King/GettyImages

Certamente um dos casos mais inesperados de partida, afinal de contas, Elkeson foi o jogador brasileiro que melhor se adaptou e criou raízes no Oriente, ao ponto de se naturalizar chinês para representar a seleção. Isso, no entanto, não o impediu de tomar a decisão de deixar o país em 2021. Seu nome desperta interesse em vários times da Série A, com destaque para o Botafogo.

8. Róger Guedes

Roger Guedes
Guedes deixou o Shandong Luneng / Zhizhao Wu/GettyImages

Objeto de desejo de múltiplos clubes da Série A ao longo dos últimos dois anos, Róger Guedes vinha sendo uma "investida desafiadora" para equipes brasileiras, por conta de seus altos vencimentos no Shandong Luneng. Os atrasos salariais na China, no entanto, permitiram sua rescisão contratual, abrindo caminhos para seu acerto com o Corinthians.

9. Alex Teixeira

Alex Teixeira
Jiangsu, ex-clube de Alex, fechou as portas / Visual China/GettyImages

Fechamos essa lista com Alex Teixeira, um dos pilares do título nacional do Jiangsu Suning antes do seu encerramento de atividades. Apesar de ter sido fortemente especulado em clubes do Brasil - principalmente o Vasco, onde tem uma história -, o meia-atacante acabou encontrando mercado na Europa, fechando com o Besiktas.

facebooktwitterreddit