Copa do Mundo 2022

88 dias para a Copa do Mundo: 88, o ano em que uma 'eterna' vice-campeã mundial obteve sua maior glória no futebol

Fabio Utz
Com Gullit em campo e Rinus Michels no comando, Holanda ganhou a Eurocopa e saiu da fila de títulos
Com Gullit em campo e Rinus Michels no comando, Holanda ganhou a Eurocopa e saiu da fila de títulos / Arte: Eduardo Fricks
facebooktwitterreddit

Se existe uma seleção que chegou três vezes a uma final de Copa do Mundo e jamais venceu, esta se chama Holanda. Mas o que destacar desta equipe faltando 88 dias para o Mundial do Catar? Pois foi justamente no ano de 1988 que o país atingiu sua maior glória no futebol, conquistando a até hoje única Eurocopa de sua história.

A Holanda já vinha de dois vice-campeonatos mundiais. Em 1974, a Laranja Mecânica encantou a todos com um novo jeito de jogar bola. No entanto, caiu na decisão diante da Alemanha Ocidental (2 a 1), que jogava em casa. Na Copa seguinte, a decisão foi novamente contra o país mandante, e a Holanda acabou perdendo para a Argentina (3 a 1).

Holanda Seleção Laranja Mecânica Eurocopa 1988 Copa do Mundo Contagem Regressiva
Holanda do final da década de 1980 está marcada na história do futebol / Alessandro Sabattini/GettyImages

Pois as derrotas de gigantes como Johan Crujiff e Johan Neeskens foram 'compensadas' na Euro de 88, disputada na Alemanha Ocidental, por uma geração tão brilhante quanto a anterior. Os também lendários Marco van Basten, Frank Rijkaard e Ruud Gullit chegaram ao topo do continente fazendo 2 a 0 na União Soviética, com gols justamente de Gullit e Van Basten, sendo o segundo um dos gols mais bonitos da competição.

No mesmo estádio Olímpico de Munique, palco do revés de 74, os holandeses comemoraram 14 anos depois, sob o comando do técnico Rinus Michels. Se o Mundial era um sonho (e ainda é, já que o país ficou novamente em segundo lugar em 2010) , a Europa virou realidade e se curvou a uma seleção que, sim, marcou época. Será que em 2022 a Laranja, que esteve fora da última Copa, vai se sobressair?

FICHA TÉCNICA - FINAL EUROCOPA 1988: Holanda 2 x 0 União Soviética

Data: 25 de junho de 1988
Local: Olympiastadion em Munique (Alemanha)
Árbitro: Michel Vautrot
Cartões amarelos: Wouters, Van Aerle (HOL), Demyanenko, Litovchenko, Khidiyatullin (URSS)

HOLANDA: Hans van Breukelen, Berry van Aerle, Frank Rijkaard, Ronald Koeman, Adri van Tiggelen; Jan Wouters, Arnold Mühren, Gerald Vanenburg; Erwin Koeman, Marco van Basten, Ruud Gullit. Técnico: Rinus Michels.

UNIÃO SOVIÉTICA: Rinat Dasayev; Anatoliy Demyanenko, Sergei Aleinikov, Vagiz Khidiyatullin, Vasiliy Rats; Aleksandr Zavarov, Alexei Mikhailichenko, Hennadiy Litovchenko, Sergey Gotsmanov (Baltacha); Igor Belanov, Oleh Protasov (Pasulko). Técnico: Valeriy Lobanovskiy.

facebooktwitterreddit