Copa do Mundo 2022

81 dias para a Copa do Mundo: 81, a idade de Pelé, tricampeão mundial e maior jogador de todos os tempos

Nathália Almeida
Pelé, o maior jogador de todos os tempos e único tricampeão mundial
Pelé, o maior jogador de todos os tempos e único tricampeão mundial / Arte: Eduardo Fricks
facebooktwitterreddit

Quando foi, exatamente, que o Brasil ganhou a alcunha de "país do futebol"?

Para respondermos essa pergunta, precisamos voltar à 1940, ano de nascimento daquele que se tornaria o maior futebolista de todos os tempos. Foi no dia 23 de outubro daquele ano, no pequeno município de Três Corações (MG), que nasceu Edson Arantes do Nascimento, o Pelé.

Filho mais velho de Celeste Arantes e João Ramos do Nascimento, Edson tinha o DNA do futebol correndo nas veias, afinal, seu pai foi atacante de qualidade e exímio cabeceador: conhecido como Dondinho, ele vestiu camisas tradicionais do país, como Atlético-MG e Fluminense.

A relação de Edson com o esporte veio de berço e se tornou oficial logo em seus primeiros anos de vida, com demonstrações claras (e precoces!) de enorme potencial. O que viria a seguir, no entanto, chocaria não apenas Três Corações ou este país latino-americano do qual somos filhos: chocaria o mundo todo. O garoto de sorriso largo, velocidade, inteligência e recurso técnico de sobra mudaria os rumos do esporte e colocaria o Brasil no posto mais alto do mapa da bola.

Faltando 81 dias para a Copa do Mundo do Catar, homenageamos a maior lenda do Santos e da Seleção Brasileira, mas também o craque que conseguiu transcender toda e qualquer camisa que vestiu, por ser um patrimônio universal, algo raríssimo para atletas. A seguir, o 90min elenca alguns dos recordes e grandes feitos de Pelé:


1. Convocação relâmpago: o início de tudo

Pele, Djalma Santos, Zito, Jose Eli de Miranda
Pelé fez sua estreia oficial pela Seleção Brasileira em 1957 / John Pratt/GettyImages

Contratado pelo Santos em 1956, aos 16 anos de idade, Pelé precisou de apenas dez meses de carreira dentro das quatro linhas para receber sua primeira oportunidade na Seleção Brasileira. Os gols empilhados com a camisa do Peixe em seus primeiros jogos como atleta profissional lhe renderam uma convocação com o técnico Sylvio Pirillo para defender a Canarinho na Copa Roca de 1957.

Em seu primeiro jogo pela Seleção - contra a Argentina no Maracanã -, foi derrotado por 2 a 1, marcou deu seu cartão de visitas ao mundo do futebol marcando o gol verde e amarelo. Era o início de tudo.

2. O campeão do mundo mais jovem da história

Pele, King of Sweden
Aos 17 anos de idade, Pelé conquistou o mundo pela primeira vez / Hulton Archive/GettyImages

O garoto de Três Corações seguiu encantando o futebol brasileiro com a camisa alvinegra entre 1957 e 1958, sucesso explosivo que lhe garantiu uma vaga no grupo de convocados de Vicente Feola para a Copa do Mundo de 58, na Suécia. Aos 17 anos de idade, disputava seu primeiro Mundial.

O fato de estar junto de grandes nomes do esporte nacional à época, como Castilho, Bellini, Didi, Garrincha e Zagallo, não o intimidou. Com fome de bola, Pelé brilhou nos gramados escandinavos, anotando seis gols em quatro partidas - sendo dois nas semifinais e dois na decisão contra os donos da casa -, conduzindo a Canarinho ao seu primeiro título de Copa.

3. Maior goleador de todos os tempos

WORLD CUP-1958-BRAZIL-SWEDEN
Pelé é o maior artilheiro de todos os tempos, com 1.283 gols marcados em 1.363 jogos / STAFF/GettyImages

O Guinness Book reconhece, assim como muitas das entidades e órgãos que mapeiam/registram os feitos do esporte mais praticado do mundo. Há, no entanto, quem anacronicamente desmereça as estatísticas obtidas por Pelé ao longo de sua carreira, em virtude do que era a realidade do futebol brasileiro nos anos 50/60/70: muitos amistosos e poucos torneios oficiais.

Independente de qual vertente você siga, os números estão aí: 1.283 gols marcados em 1.363 jogos, sendo 1.091 deles com a camisa do Santos, sendo por muito o maior artilheiro da história do clube da Vila Belmiro.

4. Hat-trick: rotina para o camisa 10

Gianni Rivera, Pele
Pelé é o maior recordista em hat-tricks na história no futebol / Alessandro Sabattini/GettyImages

Marcar três gols em uma só partida é algo incomum, certo? Bem, depende. Para Pelé, isso era apenas um dia normal e rotineiro em sua carreira, afinal de contas, o camisa 10 do Peixe e da Canarinho pendurou as chuteiras com nada menos do que 92 hat-tricks computados, recorde absoluto na modalidade. E não há ninguém próximo de incomodar a marca do Rei, visto que Cristiano Ronaldo, na segunda posição, soma 60 hat-tricks.

5. Até hoje, o único atleta tricampeão do mundo

Pele
Pelé conquistou a Jules Rimet três vezes ao longo da carreira / STF/GettyImages

Alguns craques do futebol contemporâneo apontados como grandes "ameaças" ao Rei pelo posto de maior de todos os tempos ainda buscam seu primeiro título de Copa, como Lionel Messi e Cristiano Ronaldo.

Já Pelé conquistou o mundo em três oportunidades: 1958, 1962 e 1970, sendo absoluto protagonista na primeira e na terceira. Com o Esquadrão, no México, foram seis assistências e quatro gols, participando diretamente de dez dos 19 gols brasileiros na campanha do tricampeonato.

Não há nenhum outro jogador na história do futebol, além de Pelé, com três títulos mundiais no currículo. Único.

facebooktwitterreddit