Copa do Brasil

8 personagens importantes que podem decidir as oitavas de final da Copa do Brasil

Lucas Humberto
Scarpa vive grande momento com a camisa do Palmeiras
Scarpa vive grande momento com a camisa do Palmeiras / Ricardo Moreira/GettyImages
facebooktwitterreddit

Aquele meio de semana que todo fã de mata-mata gosta está chegando. Entre esta quarta e quinta-feira, 22 e 23 de junho, os confrontos de ida das oitavas de final da Copa do Brasil ocuparão nossas noites. Serão quatro clássicos, uma das maiores rivalidades interestaduais dos últimos anos - Atlético-MG x Flamengo -, o reencontro de Fábio e Cruzeiro e muito mais.

Claro que confrontos desta magnitude serão protagonizados por personagens igualmente grandiosos. Abaixo, nós listamos oito nomes importantes que podem colocar seus clubes em vantagem no primeiro dos dois duelos.

1. Jorginho (Atlético-GO)

Com mais de 300 partidas pelo Dragão, Jorginho sabe mais que ninguém o quão difícil foi chegar às oitavas de final da Copa do Brasil. Titular absoluto, o meia atua como o clássico camisa 10, ou seja, concentra em si a responsabilidade de armar. Em linhas gerais, quase todos os principais lances do Atlético-GO passam pelos pés do jogador.

2. David Terans (Athletico-PR)

David Terans Athletico-PR Bahia Copa do Brasil
Terans dança conforme a música para ajudar o Furacão / ALBARI ROSA/GettyImages

No Furacão desde 2021, Terans hoje é uma das peças mais consolidadas da equipe. A regularidade do uruguaio o mantém entre os titulares independente das mudanças de comando. Dentro das quatro linhas, o meia-atacante deixa a impressão que pode decidir a qualquer momento. Seja surpreendendo na área, de pênalti, ou participando da criação.

3. Stiven Mendoza (Ceará)

Stiven Mendoza Ceará Fortaleza Copa do Brasil
Mendoza em ação pelo Vozão / Ricardo Moreira/GettyImages

No Clássico-Rei da Copa do Brasil, a imprevisibilidade deve reinar, afinal, Leão do Pici e Vozão já demonstraram mais de uma vez que, independente do momento, ambos entram com sangue nos olhos. Stiven Mendoza, artilheiro do Ceará no Brasileirão, segue decidindo com frequência. Em 11 compromissos do nacional, o colombiano anotou sete vezes.

4. Cássio (Corinthians)

Cássio Santos Corinthians Copa do Brasil
Ofensivo plantel santista vai exigir muito de Cássio / Ricardo Moreira/GettyImages

Vítor Pereira ainda não conseguiu vencer nenhum clássico desde que chegou ao Parque São Jorge. Se o luso vai finalmente quebrar o tabu nesta quarta, é cedo para dizer. Independente disso, Cássio deverá ter papel imprescindível em qualquer potencial resultado. Aliás, no ofensivo Santos de Marcos Leonardo e Léo Baptistão, o camisa 12 terá trabalho...

5. Nacho Fernández (Atlético-MG)

Nacho Fernández Atlético-MG Copa do Brasil Flamengo
Nacho teve grande atuação contra o Flamengo / Pedro Vilela/GettyImages

Destaque da 13ª rodada do Brasileirão, Nacho Fernández é o cérebro do Atlético-MG. É do argentino a responsabilidade de conectar todos os setores do Galo. E, com maestria, ele não costuma decepcionar. Referência na precisão dos passes, o meia pode novamente bagunçar o sistema defensivo flamenguista no Mineirão.

6. Germán Cano (Fluminense)

Germán Cano Fluminense Cruzeiro Brasileirão
Quando Cano está em um grande dia, o restante do Fluminense também costuma estar / Wagner Meier/GettyImages

Em Fluminense x Cruzeiro, os holofotes certamente estarão voltados para Fábio. Histórico pela Raposa, o goleiro reencontra alguns antigos companheiros pela primeira vez desde sua saída. Mas, em termos de decisão, ninguém merece tanta atenção quanto Cano. Aliás, o argentino é quase um termômetro dos cariocas. Se ele estiver bem, vai dar trabalho.

7. Gustavo Scarpa (Palmeiras)

Gustavo Scarpa está empilhando atuações decisivas. Em sua provável última temporada pelo Palmeiras, o meia promete deixar muitas saudades. Será difícil encontrar um substituto à altura. Foi dele a assistência que conduziu a virada alviverde diante do São Paulo, pelo Brasileirão. Vem outra grande performance por aí?

8. Erison (Botafogo)

Erison Botafogo América-MG Copa do Brasil
El Toro não esquece o caminho das redes / MB Media/GettyImages

Superando a pressão do Beira-Rio e os erros da arbitragem, o Glorioso partiu em busca da virada em uma das partidas mais épicas deste Brasileirão. Erison estava novamente lá para guardar o seu. Tem sido assim ao longo do ano. Em 24 partidas da temporada, o atacante anotou 14 gols e deu três assistências. Não só pode decidir, como costuma.

Menções honrosas

Matheus Davó (Bahia)

Cada vez mais consolidado no G4 da Série B, o Bahia vê Davó despontar como a principal arma de Guto Ferreira. Hoje, ele é o artilheiro e o líder de assistências do Esquadrão de Aço - são quatro tentos e três assistências até agora. Apenas para título de curiosidade, o clube anotou 15 gols em 13 rodadas da segundona, ou seja, o jovem participou de quase metade.

Edu (Cruzeiro)

Não poderíamos fechar este artigo sem mencionar o artilheiro da competição e um dos goleadores mais confiáveis do futebol brasileiro neste início de temporada 2022. Tiro certo da diretoria celeste, Edu encaixou como uma luva no Cruzeiro de Paulo Pezzolano, se convertendo na grande esperança da apaixonada torcida da Raposa por bons resultados no ano.

facebooktwitterreddit