Copa Libertadores

8 personagens de destaque do Athletico-PR, primeiro finalista da Copa Libertadores

Lucas Humberto
Furacão contou com brilho das suas peças para superar momentos de adversidade
Furacão contou com brilho das suas peças para superar momentos de adversidade / Ricardo Moreira/GettyImages
facebooktwitterreddit

Não havia favoritismo do lado do Athletico Paranaense, que trocou de técnico duas vezes em 2022 e por muito pouco não se despediu da Copa Libertadores ainda na fase de grupos. A história quis a redenção. Daí veio o gol no último minuto diante do Estudiantes, na Argentina, o 1 a 0 sobre o Palmeiras, na Arena da Baixada, e, por fim, o empate heroico novamente contra o Verdão, mas desta vez no Allianz Parque.

Independente do que irá acontecer no dia 29 de outubro, em Guayaquil, no Equador, a campanha rubro-negra merece estar na memória do futebol sul-americano. A quantidade de marcas célebres não pode ser esquecida. E muito menos seus personagens. Abaixo, nós listamos os principais destaques do primeiro finalista da Libertadores 2022.

1. Vitor Roque

Em suma, Vitor Roque esteve diretamente envolvido em quatro lances que mudaram o rumo do Furacão na Libertadores. No apagar das luzes do confronto contra o Estudiantes, válido pela volta das quartas de final, o atacante de 17 anos encontrou o caminho das redes.

Já no primeiro dos compromissos da semifinal, o ex-Cruzeiro teve participação crucial no lance do gol de Alex Santana. Na volta, em São Paulo, o prodígio sofreu a falta que resultou na expulsão do zagueiro Murilo e ainda deu uma assistência para Pablo anotar. Histórico...

2. Pablo

Pablo precisou de apenas dois minutos em campo para mudar a sorte do Athletico-PR na semifinal. Saindo do banco para substituir o apagado Erick, o experiente atacante viveu uma noite de redenção cerca de um ano depois de ter perdido um gol decisivo pelo São Paulo no mesmo Allianz Parque. Dos enredos que se tornam eternos.

3. Bento

Bento, goleiro do Athletico-PR
Segurança do arqueiro foi um importante diferencial / Ricardo Moreira/GettyImages

Fábrica de grandes goleiros, o Athletico-PR lançou mais um. Aos 23 anos, Bento dá passos largos para se consolidar como um arqueiro de nível internacional. Na semifinal, a defesa do camisa 1 depois de uma finalização "à queima roupa" de Gabriel Menino está certamente entre os lances mais importantes do ano.

4. Thiago Heleno e Pedro Henrique

Quem em sã consciência não colocaria o General entre os principais atletas da história do Furacão? Mesmo perdendo parte da temporada por questões físicas, o experiente zagueiro soube ser decisivo nos momentos mais importantes. Anular o ofensivo plantel de Abel Ferreira é uma missão para pouquíssimos. Thiago Heleno e Pedro Henrique conseguiram.

5. Fernandinho

Fernandinho, volante do Athletico-PR
Importância do volante vai além da tática / Ricardo Moreira/GettyImages

Em 2005, Fernandinho deixou o Athletico-PR depois de disputar a primeira decisão de Libertadores da história do clube. Em 2022, ele volta e repete o feito. Líder nato, o ex-Manchester City chamou a responsabilidade da armação no momento mais crítico possível, ou seja, quando o Verdão vencia por 2 a 0. Jogador de grandes embates...

6. Felipão

Luiz Felipe Scolari, técnico do Athletico-PR
Felipão escreve outro importante capítulo da sua história / Pedro Vilela/GettyImages

A priori, a contratação de Luiz Felipe Scolari dividiu opiniões. Seria possível um técnico de 73 anos conduzir uma equipe que preza tanto pela modernidade? Ele provou que sim. Essa será a quarta decisão de Libertadores da carreira do comandante. Nenhum técnico brasileiro chegou tantas vezes ao duelo mais importante do continente. Lenda.

7. David Terans

David Terans está ao lado de Pablo como grande símbolo da classificação. Incansável, o uruguaio, que saiu do banco de reservas, mostrou o porquê de ser uma das peças mais importantes do elenco. Aliás, não por acaso o meia-atacante ocupa a artilharia do Athletico-PR em 2022, com 12 gols anotados até aqui. E contando...

facebooktwitterreddit