Listas

8 jogadores que são ótimos em clubes, mas ainda melhores em suas seleções

Antonio Mota
Antoine Griezmann dificilmente vai mal com o manto da França.
Antoine Griezmann dificilmente vai mal com o manto da França. / Aurelien Meunier/Getty Images
facebooktwitterreddit

A 6ª rodada das Eliminatórias Europeias da Copa do Mundo mostrou mais uma vez que existem jogadores que são excelentes em clubes, mas que conseguem ser ainda melhores em suas respectivas seleções. Memphis Depay, da Holanda e do Barcelona, e Antoine Griezmann, da França e do Atlético de Madrid, por exemplo, são grandes “amostras” deste complexo paradigma...

Sem mais delongas, veja 8 jogadores que são ótimos em clubes, mas ainda melhores em suas seleções.

1. Memphis Depay - Holanda

Holanda Memphis Depay
Memphis Depay é um dos grandes nomes da Holanda. / BSR Agency/Getty Images

Recém-chegado ao Barcelona, Memphis Depay se destacou em praticamente todos os clubes que defendeu em sua carreira, em especial no PSV Eindhoven e no Lyon, mas, ainda assim, sempre pareceu entregar um pouco menos do que entrega à Seleção da Holanda. Um bom atacante.

2. Antoine Griezmann – França

França Antoine Griezmann
Antoine Griezmann é muito regular na França. / Matthias Hangst/Getty Images

Embora não tenha ido muito bem no Barcelona, Griezmann deixou claro em sua trajetória pelo Atlético de Madrid que é um atacante de altíssimo nível. O ídolo do Wanda Metropolitano, porém, nunca conseguiu ser tão eficiente em um clube quanto é na Seleção da França. O atacante parece se transformar quando veste a camisa do seu país.

3. Eduardo Vargas – Chile

Chile Eduardo Vargas
Eduardo Vargas é uma lenda no Chile. / Wagner Meier/Getty Images

Uma das estrelas do Atlético-MG na atualidade, Eduardo Vargas coleciona bons números em sua carreira por clubes, principalmente na Universidad de Chile e no Tigres-MEX, mas a verdade é que nunca foi tão “craque” quanto é na Seleção Chilena. Ídolo na Roja, o camisa 10 do Galo rende muito em seu país.

4. Xherdan Shaqiri – Suíça

Suiça Xherdan Shaqiri
Shaqiri é o grande nome da Suíça. / Alexander Hassenstein/Getty Images

Formado no Basel e com passagens por Internazionale, Bayern de Munique, Liverpool e outros clubes, Shaqiri nunca chegou ao nível projetado para ele anos atrás, mas sempre entregou mais do que 100% à Suíça. Aos 29 anos, o atacante construiu uma carreira de maior protagonismo em sua seleção do que nos clubes que defendeu.

5. James Rodríguez – Colômbia

James Rodriguez Colômbia
James Rodríguez tem muita moral na Colômbia. / Gabriel Aponte/Getty Images

James Rodríguez não conseguiu atingir o patamar imaginado para ele após a Copa do Mundo de 2014, mas isso não pode apagar o que o meia-atacante construiu em sua carreira. Com bons momentos na América do Sul e na Europa, o destaque da Colômbia até ficou devendo em alguns clubes, mas sempre conseguiu corresponder na seleção. Será que ele (ainda) vai se recuperar?

6. Kasper Schmeichel – Dinamarca

Kasper Schmeichel Dinamarca
Schmeichel se transforma na meta da Dinamarca. / Laurence Griffiths/Getty Images

Apesar de nunca ter sido uma unanimidade na Europa, Schmeichel é um bom goleiro e não à toa se mantém no mais alto nível do futebol da Inglaterra. Aos 34 anos, o arqueiro é bem consolidado no Leicester City e também é homem de confiança na Seleção da Dinamarca, onde é um dos protagonistas.

7. Marcelo Moreno – Bolívia

Marcelo Moreno
Marcelo Moreno é o dono da Bolívia. / Miguel Schincariol/Getty Images

Marcelo Moreno retornou ao Cruzeiro no ano passado e ainda não conseguiu desempenhar o papel esperado. Porém, o renomado atacante tem uma bela e vitoriosa carreira... O povo da Bolívia que o diga. Com boas atuações e artilharias, o homem-gol é um grande ícone do futebol de seu país.

8. Eran Zahavi – Israel

Eran Zahavi
Eran Zahavi é protagonista em Israel. / Ian MacNicol/Getty Images

Eran Zahavi nunca conseguiu apresentar em seus clubes o mesmo que em sua seleção. Lenda de Israel, o atacante tem excelentes números por clubes de menor expressão da Europa e Ásia, mas sempre se destacou mesmo foi com o uniforme de seu país.

facebooktwitterreddit