Copa do Brasil

8 jogadores que marcaram a campanha do Flamengo até a final da Copa do Brasil

Lucas Humberto
Decisivo em grandes confrontos, Arrascaeta chamou a responsabilidade nas principais decisões do Fla até aqui
Decisivo em grandes confrontos, Arrascaeta chamou a responsabilidade nas principais decisões do Fla até aqui / NELSON ALMEIDA/GettyImages
facebooktwitterreddit

O Flamengo está na final da Copa do Brasil. A taça que restava para a badalada geração de 2019 pode estar mais próxima do que a Nação espera. A classificação era questão de tempo. Na ida, disputada no Morumbi, o rubro-negro ignorou por completo os prognósticos de visitante e aplicou um sonoro 3 a 1 sobre o São Paulo.

Na volta, em casa, um controlado 1 a 0 sacramentou o óbvio. Imponente em Copas, o Mais Querido agora aguarda para conhecer o adversário no duelo derradeiro: Fluminense ou Corinthians. As duas possibilidades nos deixam apenas uma certeza: teremos um clássico. Abaixo, nós listamos oito personagens que marcaram a campanha dos cariocas até a final.

1. Giorgian De Arrascaeta

''Bem-vindos ao inferno''. Essa era a frase que estampava dezenas de cartazes no dia em que o uruguaio brindou a Nação com uma das suas melhores exibições no ano. Derrotado na ida, o Fla precisava vencer por dois gols em casa para despachar o Atlético-MG.

Arrascaeta chamou a responsabilidade para si e, indo às redes duas vezes, eliminou um dos principais rivais interestaduais do rubro-negro nos últimos tempos. Além da brilhante atuação diante do Galo, o meia "fechou" o placar agregado de 4 a 1 diante do São Paulo na semifinal.

2. Lázaro Vinícius

Lázaro, atacante do Almería
Gol do atacante manteve o Fla vivo nas oitavas da Copa do Brasil / Marcelo Hernandez/GettyImages

Lázaro se despediu da Gávea e partiu rumo ao Almería, da Espanha. Ainda assim, merece destaque nesta lista pelo gol que manteve o Mais Querido vivo nas oitavas. Na ida, disputada no Mineirão, o atacante evitou que o Galo chegasse ao Maracanã defendendo uma vantagem de dois gols. Fez total diferença na configuração do confronto de volta...

3. Pedro Guilherme

Pedro, centroavante do Flamengo
Pedro anotou o único gol do Fla nas quartas de final da Copa do Brasil / Heuler Andrey/GettyImages

É difícil delimitar onde começa a crescente de Pedro e em que ponto se inicia a do Flamengo. Ambas parecem ter acontecido em plena união. Por isso, quando o centroavante anotou um golaço no segundo embate da semifinal, sobre o Athletico-PR, a Nação nem se surpreendeu tanto. Poucos atacantes são tão decisivos em solo sul-americano...

4. Rodinei

Rodinei, lateral-direito do Flamengo
Crescimento do lateral foi decisivo para o sucesso do Fla na temporada / Wagner Meier/GettyImages

Melhor lateral-direito do Brasil? Enquanto ainda se discute se Rodinei deveria ter sido convocado para os últimos amistosos da seleção brasileira antes da Copa do Mundo, a Nação está em êxtase com as performances do camisa 22. Agudo e brigador, ele empilhou duelos ganhos contra alguns dos melhores defensores do país.

5. João Gomes

João Gomes, volante do Flamengo
Regularidade do volante está entre os trunfos dos cariocas / Buda Mendes/GettyImages

Um meia de 21 anos que vê seu time contratar Arturo Vidal e Erick Pulgar praticamente se despede da titularidade, certo? Não se estivermos falando de João Gomes. Com lugar garantido entre os melhores e mais promissores volantes do futebol brasileiro, ele chega em duas decisões de Copas como peça imprescindível a Dorival Júnior.

6. David Luiz e Léo Pereira

Léo Pereira, zagueiro do Flamengo
Dupla defensiva do Fla cresceu na hora certa / JUAN MABROMATA/GettyImages

A história da transformação de Léo Pereira em apenas uma temporada deve ser contada por muito anos. A resiliência do zagueiro o fez superar duras críticas para, hoje, ser titular absoluto. David Luiz, embora não tenha sido vítima de comentários tão ácidos, soube se reinventar para atingir o melhor nível na hora certa. Baita dupla...

7. Santos

Todo bom time começa por um bom goleiro. A máxima do futebol nunca fez tanto sentido. Depois de um início sofrido com Hugo Souza, a chegada de Santos foi um alívio ao torcedor. Eficiente e habitualmente seguro, o arqueiro não deve em nada aos ditos craques da posição espalhados pelos mais variados clubes da Série A.

Quando é a final da Copa do Brasil 2022?

Corinthians e Fluminense decidem nesta quinta (15) quem disputa o título com o Flamengo. A grande decisão é disputada no sistema ida e volta, em 12 e 19 de outubro, e os mandos de campo são definidos por sorteio que será realizado na sede da CBF.

facebooktwitterreddit