Listas

8 grandes jogadores que foram menosprezados pelo Real Madrid

Nathália Almeida
Di María não foi tão bem aproveitado no Bernabéu
Di María não foi tão bem aproveitado no Bernabéu / Angel Martinez/GettyImages
facebooktwitterreddit

Conhecido há longa data como um clube comprador, o Real Madrid já teve inúmeras das maiores estrelas contemporâneas em seus elencos. Muitas delas fizeram história com a camisa merengue, como Zinédine Zidane e Cristiano Ronaldo. Outras, no entanto, tiveram passagens mais discretas pelo Santiago Bernabéu e acabaram deixando o clube com uma sensação amarga de não terem sido aproveitados em sua totalidade pelo maior campeão da Champions League.

A seguir, elencamos 8 grandes jogadores que foram pouco apreciados no Real Madrid:


8. James Rodríguez

James Rodriguez
James foi subaproveitado em Madrid / Gonzalo Arroyo Moreno/GettyImages

O meio-campista ofensivo chegou ao Real Madrid como uma estrela em 2014. Foi uma ótima contratação em seus primeiros anos, mas começou a perder espaço e acabou sendo emprestado ao Bayern de Munique, que não executou sua opção de compra. Retornou ao Bernabéu e pouco jogou com Zidane, selando seu adeus em 2020, quando assinou com o Everton.

7. Ángel Di María

Angel Di Maria, Karim Benzema
Di María não teve o brilho esperado em seu tempo no Bernabéu / Denis Doyle/GettyImages

O ponta argentino foi peça importante na campanha da Champions de 2014, mas se indispôs com a diretoria merengue em um episódio muito desagradável que ocorreu durante a Copa do Mundo. Antes de sair, ele disse: "Infelizmente, hoje eu tenho que sair, mas quero deixar claro que esse nunca foi o meu desejo". Ele foi direto para o Manchester United, onde não teve um bom desempenho, mas hoje é uma das estrelas do PSG.

6. Wesley Sneijder

Wesley Sneijder
Sneijder não gerou impacto em seu tempo no Real / Jasper Juinen/GettyImages

O meio-campista holandês deixou o Real Madrid sem dor ou glória: ele não conseguiu alcançar sua melhor versão e as várias lesões o prejudicaram. A diretoria merengue não lhe deu mais tempo para mostrar serviço e decidiu vendê-lo por 15 milhões de euros para a Inter de Milão, movimento que gerou arrependimento no Bernabéu, já que Sneijder recuperou seu futebol na Itália e conquistou seis títulos por lá.

5. Clarence Seedorf

Clarence Seedorf
Seedorf não teve sua permanência desejada pelo Real / Ben Radford/GettyImages

O meio-campista ofensivo estava no Real Madrid e se apresentou com muita classe, sendo campeão em quatro ocasiões entre 1996 e 1999. Inexplicavelmente, o gigante espanhol não fez esforços para mantê-lo e aceitou negociá-lo à Inter, onde foi decisivo e brilhou. Depois, fechou com o rival nerazzurri, o Milan, vencendo a Champions League mais uma vez em sua carreira. Será que o Real se arrepende?

4. Arjen Robben

Real Madrid's Dutch Arjen Robben celebra
Robben não durou muito na capital espanhola / AFP/GettyImages

O ponta holandês estava feliz no Real Madrid e queria ficar no clube merengue, mas as contratações de Cristiano Ronaldo e Kaká, em meados de 2009, acabaram implicando em sua saída. Foi então que Robben se transferiu ao Bayern, que mais tarde seria a melhor decisão de sua carreira, já que venceu a Liga dos Campeões e se tornou uma lenda da instituição.

3. Kaká

Kaka
Kaká chegou ao Real com status de Bola de Ouro, mas durou pouco no clube / Jasper Juinen/GettyImages

O meia foi considerado o melhor jogador de futebol do mundo em 2007 e, em 2009, assinou com o Real Madrid por um total de 65 milhões de euros. Em sua primeira temporada, ele teve oportunidades, mas estava perdendo destaque devido às constantes lesões e relacionamento turbulento com José Mourinho. Todos nós esperávamos que ele mantivesse o alto nível alcançado em Milão, mas infelizmente ele não conseguiu.

2. Fabinho

Fabinho
Fabinho fez apenas um jogo pelo time principal merengue / Denis Doyle/GettyImages

O volante brasileiro chegou ao Real Madrid Castilla e jogou apenas um jogo na primeira divisão, em 2013. Estava emprestado, mas o clube espanhol não quis executar sua compra, então o Rio Ave acabou vendendo o atleta revelado no Fluminense para Mônaco por 8 milhões de euros, um número que ficou aquém considerando o sucesso que o jogador teve no principado e depois no Liverpool. Um grande erro de visão de mercado dos Blancos.

1. Samuel Eto'o

Samuel Eto''o of Real Madrid
Eto'o não foi valorizado em Madrid, e acabou fazendo história no rival / Phil Cole/GettyImages

O centroavante camaronês foi considerado um suplente em todo o seu tempo no Real Madrid e nunca teve oportunidades, até ser cedido para o Mallorca, onde brilhou e acabou atraindo interesse do Barcelona. No Camp Nou, fez história e empilhou taças, e o mesmo podermos dizer sobre seu tempo na Inter de Milão, nos anos seguintes. Se tornou um dos maiores camisas 9 da história, além de eleito por muitos como o maior jogador africano de todos os tempos.

facebooktwitterreddit