8 equipes que jogaram com dois centroavantes de ofício

Milena Medeiros
Seleção Uruguaia conta com Cavani e Suárez, dois centroavantes, em sua formação.
Seleção Uruguaia conta com Cavani e Suárez, dois centroavantes, em sua formação. / MAURO PIMENTEL/Getty Images
facebooktwitterreddit

Com a chegada de Cristiano ao United, muito é especulado sobre qual será a formação tática que Solksjaer irá utilizar com os 'red devils', já que o treinador terá, além de Cristiano Ronaldo, Edinson Cavani para atuar como centroavante. Com a possibilidade dos dois jogarem juntos, o 90min prepara uma lista para relembrar oito equipes que tiveram dois centroavantes em ação:

1. Cavani e Luis Suárez - Uruguai

Luis Suarez, Edinson Cavani
Cavani e Suárez são titulares absolutos na seleção uruguaia. / Miguel Schincariol/Getty Images

Símbolos da seleção uruguaia atual, Cavani e Suárez já somam mais de 200 partidas jogando lado a lado. Vencedores da Copa América de 2011, a dupla acumula mais de 100 gols marcados com a camisa celeste.

2. Pedro e Gabigol - Flamengo

Pedro, Gabriel Barbosa, Bruno Henrique
O rubro-negro já contou com a participação dos seus dois centroavantes na mesma partida. / Buda Mendes/Getty Images

Com dois dos maiores centroavantes do futebol brasileiro, o Flamengo de Rogério Ceni já utilizou os dois jogadores juntos. No total, Gabigol e Pedro iniciaram apenas oito partidas na escalação inicial do Flamengo. O aproveitamento, contudo, é surpreendente : seis vitórias e dois empates.

3. Fred e Rafael Moura - Fluminense

Fluminense v Ceara - Serie A
Fred e Rafael Moura jogaram juntos com a camisa do tricolor carioca, em 2011. / Buda Mendes/Getty Images

Rafael Moura e Fred, dois goleadores natos, já formaram o ataque do Fluminense. Jogando juntos, venceram os campeonatos carioca e brasileiro em 2012. Voltaram a atuar juntos novamente pelo Atlético-MG, em 2017, e venceram mais um título, desta vez, o campeonato mineiro nesse mesmo ano.

4. Ronaldo e Romário - Brasil

Romário e Ronaldo jogaram juntos como centroavantes e venceram a Copa das Confederações de 1997.
Claudio Villa Archive / Claudio Villa/Getty Images

O Brasil venceu a Copa das Confederações em 1997 com Romário e Ronaldo dividindo o ataque. Além disso, a dupla também ganhou todas as partidas disputadas pela Copa América nesse mesmo ano, levando o título para a seleção.

5. Aloisio e Adriano - São Paulo

Followed by teammate Aloisio (L), Adrian
Aloisio e Adriano foram dupla de ataque no São Paulo, em 2008. / MAURICIO LIMA/Getty Images

Com o retorno de Adriano ao futebol brasileiro, o entrosamento com o companheiro de ataque foi rapidamente encontrado. Nos seis meses que o Imperador jogou com a camisa tricolor, a dupla foi sensacional e ficaram conhecidos como 'Torres Gêmeas'.

6. Ibra e Cavani - PSG

Zlatan Ibrahimovic, Edinson Cavani
Ibra e Cavani formaram dupla de ataque no PSG, em 2014. / Jean Catuffe/Getty Images

Em 2014, o PSG contava com dupla espetacular de centroavantes: O uruguaio Cavani, e o sueci Ibrahimovic. Juntos, foram campeões de todos os principais campeonatos nacionais da França. Os dois competiam pela artilharia do clube, até que o sul-americano conseguiu desbravar Ibra, se tornando o maior artilheiro do Paris Saint-Germain de todos os tempos, com 200 gols marcados.

7. Klose e Luca Toni - Bayern de Munique

RESTRICTIONS / EMBARGO - ONLINE CLIENTS
Klose e Toni formaram o ataque do Bayern, na temporada 2007/2008. / AFP/Getty Images

A dupla matadora foi campeã dos principais torneios alemães com a camisa do Bayern: Bundesliga, Copa da Alemanha e Copa da Liga, além de sempre disputarem a artilharia de todos os campeonatos. A dupla é lendária e inesquecível para os torcedores dos reds.

8. Gabriel Jesus e Agüero - Manchester City

Sergio Aguero, Gabriel Jesus
Gabriel Jesus e Agüero jogaram juntos pelo Manchester CIty. / Alex Livesey/Getty Images

Apesar de poucas atuações juntos na mesma posição, essa é uma dupla que não poderia ficar de fora. Guardiola gosta bastante de variar seus esquemas táticos, e um deles foi a escalação do brasileiro e do argentino juntos, que tiveram boas atuações e bons números jogando lado a lado: 25 gols em 13 jogos com a camisa do City.

facebooktwitterreddit