7 lendas do esporte que se aventuraram como donos de clubes de futebol

Antonio Mota
Após o Real Valladolid, Ronaldo decidiu comprar o Cruzeiro. Fenômeno investiu R$ 400 milhões na Raposa.
Após o Real Valladolid, Ronaldo decidiu comprar o Cruzeiro. Fenômeno investiu R$ 400 milhões na Raposa. / Angel Martinez/GettyImages
facebooktwitterreddit

Um dos maiores camisas 9 da história do futebol mundial, o ex-atacante Ronaldo Nazário comprou mais um clube neste final de semana. Agora, além do Valladolid, da Espanha, o Fenômeno é o mais novo “dono” do Cruzeiro – o craque vai investir R$ 400 milhões e ficar com 90% das ações da SAF da equipe. O anúncio foi feito no último sábado, 18, e movimentou a web e o mundo da bola.

1. Ronaldo – Cruzeiro

Cruzeiro Ronaldo Luís Nazário de Lima
Ronaldo é o mais novo dono do Cruzeiro. / Claudio Villa/GettyImages

O ex-atacante Ronaldo é o mais novo “proprietário” do Cruzeiro. Após o Valladolid, o lendário camisa 9 decidiu investir R$ 400 milhões para adquirir 90% das ações da SAF da Raposa, numa iniciativa que vai torná-lo o acionista majoritário da equipe. É o recomeço da Celeste?

2. Lebron James – Liverpool

LeBron James
Lebron James é acionista da Fenway Sports Group (FSG). / David Berding/GettyImages

O superastro Lebron James também entrou para o mundo do futebol neste ano. Há poucos meses, no final de março, o craque dos Los Angeles Lakers saiu das quadras de basquete e entrou no mundo dos investimentos: se tornou um acionista da Fenway Sports Group (FSG) e, de quebra, se tornou um dos donos do Liverpool – ele já era acionista da equipe – e do Boston Red Sox (basquete).

3. David Beckham – Inter Miami

David Beckham, Jackie Stewart
O craque David Beckham há um bom tempo se envolve nos bastidores da bola dos EUA. / Lars Baron/GettyImages

O ex-meio-campista David Beckham é dono de um clube nos Estados Unidos. Em 2013, o britânico comprou uma nova franquia da Major League Soccer (MLS): o Inter Miami. O clube estreou em 2018 e hoje figura na elite do futebol da América do Norte.

4. Didier Drogba – Phoenix Rising FC

Didier Drogba
Didier Drogba quer fazer história com o Phoenix Rising FC. / Joe Hicks/GettyImages

Didier Drogba parece ter criado fortes laços com o último clube que defendeu na carreira: o Phoenix Rising FC, dos Estados Unidos. Ex-Chelsea, Olympique de Marseille e outros times, o ex-atacante se tornou coproprietário da equipe há cerca de quatro anos, em 2017, e, desde então, é um dos ‘donos’ da equipe do segundo escalão do país.

5. Zlatan Ibrahimović – Hammarby IF

Zlatan Ibrahimović – Hammarby IF
Zlatan Ibrahimović se aproximou do Hammarby IF há alguns anos. / JONATHAN NACKSTRAND/GettyImages

Ibrahimović começou a olhar para o futuro antes mesmo de pendurar as chuteiras. Em 2019, o egocêntrico atacante do Milan decidiu investir uma “grana” no futebol da Suécia e, assim, comprou ações do Hammarby IF. Bom reforço?

6. Gerard Piqué – FC Andorra

Gerard Piqué FC Andorra
Gerard Piqué é um homem de negócios. / RAYMOND ROIG/GettyImages

Assim como Ibra, Piqué também não esperou a aposentadoria para comprar uma equipe de futebol. Em 2018, o zagueiro do Barcelona comprou o FC Andorra, que é de Andorra, mas disputa a terceira divisão do Campeonato Espanhol.

7. Jamie Vardy – Rochester Rhinos

Jamie Vardy – Rochester Rhinos
Jamie Vardy se uniu ao Rochester Rhinos há pouco tempo. / Michael Regan/GettyImages

O atacante Jamie Vardy seguiu os passos dos craques acima e também decidiu investir no futebol dos Estados Unidos. Meses atrás, o ídolo do Leicester se tornou um dos proprietários do Rochester Rhinos, que luta para chegar à elite do futebol da América do Norte.

facebooktwitterreddit