Listas

7 jogadores que o PSG se arrependeu de ter deixado partir

Lucas Humberto
Thiago Silva, Kingsley Coman, Mike Maignan e mais: sete jogadores que o PSG se arrependeu de ter deixado partir.
Thiago Silva, Kingsley Coman, Mike Maignan e mais: sete jogadores que o PSG se arrependeu de ter deixado partir. / FRANCK FIFE/GettyImages
facebooktwitterreddit

Agir no mercado de transferências requer uma dose não muito pequena de sorte. Departamentos analíticos inteiros são envolvidos antes de qualquer decisão ser tomada, afinal, saber em quais peças investir e quais simplesmente descartar não pode ser um tiro no escuro. Mas às vezes acaba sendo.

E a aposta pode não dar certo. Disso o Paris Saint-Germain sabe muito bem. Abaixo, nós listamos sete jogadores que os cartolas parisienses se arrependeram de ter deixado partir - ou que certamente vão no futuro.

1. Thiago Silva

Thiago Silva PSG Chelsea
Defensor brasileiro empilhou taças pelo PSG / FRANCK FIFE/GettyImages

Champions League e Mundial de Clubes. Dois títulos que o PSG tenta há anos conquistar e que, ironicamente ou não, foram levantados por Thiago Silva no Chelsea. Aos 37 anos, o defensor brasileiro segue no mais alto nível de destaque individual sob comando de Thomas Tuchel e Tite. Jogadores assim não podem ser dispensando tão facilmente...

2. Kingsley Coman

Kingsley Coman Bayern de Munique PSG
Coman segue fazendo história na Bundesliga / CHRISTOF STACHE/GettyImages

Criado na base do clube parisiense, Kingsley Coman foi negociado antes mesmo de ganhar uma sequência digna de jogos. Azar do PSG. Por onde o ponta de 25 anos passou, títulos foram conquistados. Pelo Bayern de Munique, por exemplo, já são mais de 15 taças e contando. Quem sabe se tivesse ganhando mais oportunidades antes, certo?

3. Mike Maignan

Mike Maignan Série A Milan PSG Lille
Maignan pode sagrar-se campeão da Série A / Jonathan Moscrop/GettyImages

Tudo bem que goleiros não estão entre as principais preocupações do clube da capital francesa. Mas, ainda assim, um arqueiro da qualidade de Mike Maignan não pode ser entregue tão facilmente assim. Em 2015, o Lille pagou 1 milhão de euros pelos serviços do jogador. Hoje ele está avaliado em 25 milhões. Podia ter rendido bem mais aos cofres parisienses...

4. Christopher Nkunku

Christopher Nkunku PSG Manchester United RB Leipzig
Nkunku entrou na mira de gigantes europeus / Stuart Franklin/GettyImages

Nenhum atleta entra na mira do Manchester United à toa. Christopher Nkunku tem muito potencial. Pena que ele não será explorado pelo PSG. Destaque absoluto do RB Leipzig, o francês tem participação direta em 32 gols (19 tentos e 13 assistências) em 31 oportunidades na temporada. Olho nele na próxima janela de transferências...

5. Jonathan Ikoné

Jonathan Ikoné Fiorentina PSG
Ikoné está reforçando a Fiorentina / Stefano Guidi/GettyImages

Imagine formar um jogador e vendê-lo para um clube que, mais tarde, será campeão da Ligue 1 tendo justamente aquela peça como destaque? Esse é Jonathan Ikoné, protagonista do título nacional do Lille na temporada 2020/21. Atualmente no Fiorentina, o ponta desembarcou no calcio com poucos holofotes, mas muita capacidade de fazer a diferença.

6. Moussa Diaby

Moussa Diaby Kylian Mbappé PSG Bayern Leverkusen
Diaby celebra com Mbappé / Jean Catuffe/GettyImages

Num Bayer Leverkusen marcado pelas performances goleadoras de Patrik Schick e Florian Wirtz, Moussa Diaby pode até passar levemente desapercebido, mas não deveria. Pilar do tradicional clube alemão, o francês foi vendido pelo PSG em 2019 pela bagatela de 15 milhões de euros. Hoje ele está cotado em 45 milhões.

7. Lucas Digne

Lucas Digne Aston Villa Barcelona PSG Everton
Digne em ação pelo Aston Villa / Robbie Jay Barratt - AMA/GettyImages

Pouca mídia, muito futebol. Fundamental em seus anos de serviços prestados ao Everton, Lucas Digne chegou ao Aston Villa com status de um dos melhores laterais da Premier League. Lá nos idos de 2016, o Barcelona pagou 16,5 milhões de euros para tirá-lo do PSG. Não foi a mais esperta das decisões...

facebooktwitterreddit