7 jogadores que estavam em alta na América do Sul e caíram no esquecimento

Lucas Humberto
Luan foi de Rei da América no Grêmio para figura indesejada no Corinthians
Luan foi de Rei da América no Grêmio para figura indesejada no Corinthians / NELSON ALMEIDA/GettyImages
facebooktwitterreddit

Jogadores podem chamar atenção do mundo inteiro depois de mostrar um bom nível em um ou dois torneios, mas, manter a regularidade definitivamente não é para qualquer um. Nesta lista, apresentamos sete nomes que estiveram em alta na América do Sul durante um determinado momento, porém agora estão bem longe dos holofotes europeus.

7. Esequiel Barco

Esequiel Barco
Barco deixou a MLS / SOPA Images/GettyImages

Campeão da Sul-Americana em 2017 pelo Independiente, Esequiel Barco chegou a flertar com alguns clubes do Velho Continente, mas acabou parando na Major League Soccer (MLS). Depois de quatro anos no Atlanta United, o meia-atacante argentino foi emprestado ao River Plate.

6. Cristian Pavón

Cristian Pavón
Pavón ainda não mostrou ao que veio no Galo / Pedro Vilela/GettyImages

Grande promessa da Argentina e do Boca Juniors em meados de 2016, Cristian Pavón caiu vertiginosamente de produção ao longo dos anos. Depois de um período de empréstimo no Los Angeles Galaxy, da MLS, o atacante foi contratado pelo Atlético-MG. Ele ainda não convenceu.

5. Miguel Borja

Miguel Borja
Borja em ação pelo River Plate / Marcelo Endelli/GettyImages

Depois de atingir o estrelato pelo Atlético Nacional em 2016 e de um bom início no Palmeiras em 2018, Borja foi perdendo destaque até inclusive deixar de ser um nome tão certo assim nas convocações da Colômbia. No River Plate desde o ano passado, o atacante tenta recuperar seu brilho.

4. Luan

Luan
Luan segue dando dores de cabeça ao Corinthians / Alexandre Schneider/GettyImages

Rei da América em 2017, Luan nunca mais conseguiu ser o mesmo desde que deixou o Grêmio. Considerado por muitos a pior contratação da história do Corinthians, o meia passou por um período de empréstimo no Santos, onde também não conseguiu brilhar.

3. Ricardo Centurión

Ricardo Centurión
Centurión emplacou algumas polêmicas ao longo da carreira / JUAN MABROMATA/GettyImages

Sensação do Boca Juniors em meados de 2016/17, Centurión deixou os gramados da América do Sul em direção ao Génova, da Itália. Sem conseguir brilhar, o argentino retornou ao Racing, mas, por conta de indisciplina, deixou o clube. Em 2022, ele chegou ao Vélez Sarsfield.

2. Marlos Moreno

Marlos Moreno
Moreno passou por sucessivos empréstimos / BSR Agency/GettyImages

Campeão da Libertadores pelo Atlético Nacional, Marlos Moreno foi contratado pelo Manchester City no ano seguinte. Antes da sua chegada ao Troyes em 2022, o atacante passou por sucessivos empréstimos: La Coruña, Girona, Flamengo, Santos Laguna, Portimonense, entre outros.

1. Matías Kranevitter

Claudio Kranevitter
Kranevitter atuou no México / Jam Media/GettyImages

Kranevitter explodiu mesmo em 2015, quando defendia o River Plate. Contratado pelo Atlético de Madrid no mesmo ano, o volante não teve vida fácil na Europa. Sem espaço no time colchonero, o argentino passou ainda por Sevilla e Zenit antes de voltar de vez à América. Ele está no River.

facebooktwitterreddit