Listas

7 jogadores que eram quase unanimidades em seus clubes, mas hoje são criticados

Antonio Mota
Thiago Volpi é questionado há um bom tempo no São Paulo.
Thiago Volpi é questionado há um bom tempo no São Paulo. / Alexandre Schneider/Getty Images
facebooktwitterreddit

O São Paulo não conseguiu resistir ao Fortaleza e foi eliminado nas quartas de final da Copa do Brasil. Em campo, o Leão do Pici se impôs e foi superior, mas também contou com falhas individuais de peças-chaves do Tricolor do Morumbi para ir às redes e garantir a vaga para as semis do torneio mais democrático do país. Tiago Volpi, por exemplo, não viveu uma noite feliz no Castelão, tendo decepcionado os fãs do clube em mais uma oportunidade.

Com esse gancho, veja 7 jogadores que eram quase unanimidades em seus clubes, mas que hoje são criticados.

1. Tiago Volpi – São Paulo

Tiago Volpi São Paulo
Tiago Volpi caiu muito de produção no São Paulo. / Alexandre Schneider/Getty Images

Tiago Volpi chegou ao São Paulo em 2019 e, desde então, viveu grandes emoções. Em 2020, o goleiro calou os críticos e se firmou na meta do Tricolor, sendo até chamado de “pegador de pênaltis”. Hoje, porém, o arqueiro voltou ao status inicial e deixou de ser uma unanimidade no Morumbi.

2. Marinho – Santos

Marinho Santos
Marinho e o Santos se desencontraram nos últimos meses. / Pool/Getty Images

Após uma passagem apagada pelo Grêmio, Marinho desembarcou no litoral de São Paulo para dar a volta por cima. Focado no Santos, o camisa 11 logo se colocou entre os melhores jogadores em atividade no Brasil e na América do Sul. Ele, porém, não segurou essa barra e caiu muito de produção nos últimos meses – lembrando, também, que ele se machucou.

3. Luccas Claro – Fluminense

Luccas Claro Fluminense
Luccas Claro perdeu o prestígio de outrora no Fluminense. / Bruna Prado/Getty Images

Luccas Claro retornou ao Brasil cercado de desconfianças em 2019, mas tratou de trabalhar e superar expectativas no Fluminense. Na temporada passada, o zagueiro foi sólido e formou ao lado de Nino uma das melhores duplas de zaga do país. Hoje, porém, o cenário é outro. O defensor não passa mais tanta segurança.

4. Luiz Adriano – Palmeiras

Palmeiras Luiz Adriano
Luiz Adriano perdeu moral no Palmeiras em 2021. / Pool/Getty Images

Luiz Adriano chegou ao Palmeiras para ser mais uma grande estrela na América do Sul no ano retrasado, mas não conseguiu se manter no mais alto nível por muito tempo. Artilheiro do Verdão no último ano, o camisa 9 perdeu o seu futebol em 2021 e já não marca há cem dias. Surreal.

5. Vinícius “Vina” Goes – Ceará

Vinicius Ceará
Vina foi visto como um dos melhores jogadores em atividade no Brasil. / Miguel Schincariol/Getty Images

O meia-atacante Vinícius Goes, o Vina, viveu um ano mágico na temporada passada. Superestrela do Ceará, o camisa 29 foi ventilado até na Seleção Brasileira. Porém, ele não conseguiu manter o desempenho e passou a ser muito criticado nesta temporada.

6. Jean Pyerre – Grêmio

Jean Pyerre Grêmio
Jean Pyerre não conseguiu corresponder às expectativas no Grêmio. / Pool/Getty Images

Formado no próprio Grêmio, Jean Pyerre recebeu oportunidades com Renato Gaúcho, Tiago Nunes e Felipão nos últimos anos, e até viveu grandes momentos, mas (quase) nunca conseguiu apresentar uma bela sequência. Hoje, então, o meio-campista é apenas mais um contestado no Imortal.

7. Thiago Neves – Sport Club do Recife

Thiago Neves Sport
Thiago Neves chegou para ser o ‘cara’ no Sport, mas não decolou. / Silvio Avila/Getty Images

Thiago Neves foi recebido com festa no Sport Clube do Recife. Com uma bela história no mundo da bola, o meia-atacante chegou à Ilha do Retiro para ser o grande protagonista do clube, mas isso não aconteceu e logo ele passou a ser criticado pelos adeptos do time vermelho e preto. Os fãs do Leão não querem mais vê-lo...  

facebooktwitterreddit