7 jogadores que empacaram quando todos pensamos que seriam estrelas mundiais

Lucas Humberto
Emre Mor, Jesé Rodriguez, Andrei Arshavin e mais: sete jogadores que empacaram quando todos pensamos que seriam estrelas mundiais.
Emre Mor, Jesé Rodriguez, Andrei Arshavin e mais: sete jogadores que empacaram quando todos pensamos que seriam estrelas mundiais. / Octavio Passos/Getty Images
facebooktwitterreddit

A expectativa certamente está entre os grandes malefícios do futebol. Você deve se lembrar, por exemplo, de alguma jovem promessa que surgiu no seu clube, deixou milhares de torcedores animados com tamanho potencial e, um tempo depois, simplesmente sumiu do mapa. Aconteceu antes e vai continuar se repetindo.

Entre decisões erradas, problemas físicos ou falta de empenho, listamos sete atletas que empacaram quando todos pensamos que seriam estrelas mundiais.

1. Bojan Krkić

Bojan Kirkic Lotin Vissel Kobe Barcelona Messi Iniesta
Krkić está no Vissel Kobe / Kaz Photography/Getty Images

Quando mencionamos que a expectativa pode destruir carreiras inteiras, estamos falando do caso de Bojan Krkić. Jogador mais jovem a marcar um gol com a camisa do Barcelona, quanto tinha apenas 17 anos e 51 dias, o atacante logo recebeu o (maldito) apelido de "novo Messi".

Sem conseguir segurar o peso da comparação, ele entrou em queda livre na carreira e, atualmente, está no Vissel Kobe, do Japão. Pelo menos o espanhol está ao lado do Andrés Iniesta, que é quase uma "filial" dos blaugranas.

2. Jesé Rodriguez

Jese Rodriguez PSG Real Madrid Las Palmas
Rodriguez também defendeu as cores do PSG / Quality Sport Images/Getty Images

Eterna promessa do Real Madrid, os feitos de Jesé Rodriguez nas categorias de base deixaram uma belíssima impressão que, infelizmente, não se repetiu no time profissional, sobretudo em razão das lesões.

Em 2016, o atacante foi contratado pelo Paris Saint-Germain, mas atuou somente 18 vezes em quatro anos. Hoje ele está no Las Palmas, da segunda divisão espanhola.

3. Giovani dos Santos

Giovani Dos Santos Barcelona Tottenham América
Giovani dos Santos não brilhou como esperado / Jam Media/Getty Images

Tendo desembarcado em La Masia em 2002, aos 12 anos, Giovani dos Santos estreou pelo time principal do Barcelona cinco anos mais tarde. Por conta da perigosa mistura de poucas oportunidades e indisciplina, o atacante partiu rumo ao Tottenham.

Embora sua carreira não possa ser classificada como apagada, o mexicano de 32 anos está sem clubes. Isso porque imaginavam que ele teria anos do mais puro brilhantismo no Velho Continente. Algumas coisas simplesmente não acontecem...

4. Emre Mor

Emre Mor Celta de Vigo LaLiga Borussia Dortmund
Emre Mor em ação pelo Celta de Vigo / Quality Sport Images/Getty Images

Boas condições físicas, talento e um bom pé esquerdo. Diante de tais características, só resta uma alternativa para explicar o motivo de Emre Mor, aos 24 anos, não estar no centro do futebol europeu: escolhas equivocadas.

Depois de ficar apenas uma temporada no Borussia Dortmund, conhecido pelo bom trabalho com jovens, o atacante norueguês rumou ao Celta de Vigo e, pouco tempo depois, iniciou uma saga de empréstimos sucessivos. Atualmente ele está no Fatih Karagümrük, da Turquia.

5. Alen Halilović

Alen Halilovic Barcelona Championship FC Reading
Halilovic está tentando recuperar seu futebol na segunda divisão inglesa / Alex Morton/Getty Images

Você seria capaz de imaginar que um jogador classificado como "Messi croata" iria marcar presença na segunda divisão inglesa aos 25 anos? Essa é basicamente a história de Alen Halilović, que impressionou nas categorias de base e custou 2,2 milhões de euros ao Barcelona.

Sem conseguir se firmar nos culés, o meia-atacante passou por uma sucessiva onda de empréstimos e, em 2020, chegou a ficar sem clubes. Atualmente, ele tenta recuperar seu futebol no FC Reading, da Championship.

6. Arda Turan

Galatasaray Europa League Barcelona
Turan está no Galatasaray / Anadolu Agency/Getty Images

Depois da memorável temporada 2014/15 no Atlético de Madrid, Arda Turan chamou atenção do Barcelona. Defendendo as cores blaugranas, o atacante não conseguiu brilhar, mas também não acumulava atuações decepcionantes. Ele só empacou.

Após períodos de empréstimos ao Basaksehir, o turco teve seu contrato com o clube espanhol encerrado oficialmente em julho de 2020. Sua despedida ainda foi marcada por assédio, prisão e até tiros. Hoje ele está no Galatasaray, uma das principais forças do torneio local.

7. Andrey Arshavin

Andrei Arshavin Arsenal Zenit Aposentadoria
Russo se aposentou / GLYN KIRK/Getty Images

Nascido em São Petersburgo, o talento de Andrey Arshavin logo chamou atenção de alguns dos maiores clubes do futebol europeu. O meia-atacante escolheu o Arsenal, onde entregou 31 gols e 46 assistências em 145 jogos.

Depois de atingir tal nível nos Gunners, o russo não conseguiu manter a regularidade. Ele se aposentou aos 37 anos, quando estava no Kairat Almaty, do Cazaquistão. Hoje ele ocupa o cargo de diretor esportivo no Zenit.

facebooktwitterreddit