Futebol brasileiro

7 jogadores que ainda precisam 'desencantar' no Paulistão

Lucas Humberto
Roger Guedes, do Corinthians, está na lista
Roger Guedes, do Corinthians, está na lista / Wagner Meier/GettyImages
facebooktwitterreddit

Embora muitos treinadores possam considerar os Estaduais como extensão da pré-temporada, o Campeonato Paulista costuma ter um peso diferente. Por isso, quando grandes referências ofensivas não encontram o caminho das redes, a pressão aumenta. Abaixo, nós listamos sete jogadores que ainda precisam "desencantar" no torneio.

1. Roger Guedes, Gustavo Mantuan e Willian pelo Corinthians

Roger Guedes Gustavo Mantuan Willian Paulistão
Camisa 9 do Timão não vive boa fase com a bola / Miguel Schincariol/GettyImages

Vivendo um jejum incômodo de gols, Roger Guedes, o mais novo camisa 9 do Timão, ainda não conseguir balançar as redes. E olha que ele teve boas chances de desencantar.

Gustavo Mantuan, por sua vez, tem recebido boas oportunidades neste início de temporada, mas não guardou o seu. De qualquer forma, a boa atuação diante do Mirassol deixou boas credenciais.

Dos grandes reforços contratados, apenas Willian não foi às redes. Pesa o fato do veloz ponta ter atuado menos que seus companheiros em razão de problemas físicos.

2. Nikão e Rigoni pelo São Paulo

Emiliano Rigoni São Paulo Paulistão Nikão
Rigoni em ação pelo São Paulo / Marcelo Endelli/GettyImages

Grande referência do Athletico-PR na última temporada, Nikão marcou presença em quatro compromissos do São Paulo pelo Estadual - aparecendo no XI inicial em duas oportunidades -, mas ainda não conseguiu anotar seu primeiro gol defendendo o manto tricolor.

Emiliano Rigoni, por sua vez, até contribuiu com uma assistência no duelo contra o Red Bull Bragantino, mas também está devendo o seu tento. E olha que o argentino está entre os titulares absolutos de Rogério Ceni. Será que ele recupera o potencial goleador da campanha passada?

3. Ricardo Goulart e Ângelo pelo Santos

Ângelo Ricardo Goulart Paulistão Santos
Ângelo vive expectativa de anotar na Vila Belmiro / NATACHA PISARENKO/GettyImages

Bateu na trave, mas não entrou. Ricardo Goulart, em processo de readaptação ao futebol brasileiro, mostra amplo potencial de ser o camisa 10 que o Santos precisa, porém ainda está faltando aquela bola na rede para dar mais confiança.

Ângelo, jovem promessa do Peixe de apenas 17 anos, chegou em 2022 com grande expectativa de marcar seu primeiro tento na Vila Belmiro. "Espero fazer esse gol o mais rápido possível, dar alegria à torcida e ajudar o Santos", revelou ao Santos TV. Será que vem em breve?

facebooktwitterreddit