Futebol Internacional

7 brasileiros que preferiram receber muito dinheiro ao invés de jogar em grandes times

Antonio Mota
Em alta no Atlético-MG, Hulk trocou a Europa pela Ásia ainda muito jovem.
Em alta no Atlético-MG, Hulk trocou a Europa pela Ásia ainda muito jovem. / Fred Lee/GettyImages
facebooktwitterreddit

Os jogadores de futebol têm que fazer duras escolhas ao longo da carreira, e uma das mais “cruéis” é sobre qual caminho tomar em relação à própria vida no esporte. Em muitos casos, os futebolistas precisam decidir entre seguir na elite da bola, atuando em grandes potências da Europa, por exemplo, ou em lucrar milhões e mais milhões por mês em “mercados alternativos”, como na Ásia. Qual a melhor alternativa? A seguir, veja 7 brasileiros que preferiram receber muito dinheiro ao invés de jogar em grandes times.

7. Hernanes

São Paulo Sport Anderson Hernanes
Hernanes construiu uma bela carreira no esporte. / Fred Lee/GettyImages

Formado no São Paulo, Hernanes viveu grandes momentos no esporte e atuou em equipes do mais alto escalão da Europa, como Inter de Milão e Juventus, da Itália, onde brilhou na temporada 2016/17. Contudo, mesmo ainda em boa forma, o meio-campista aceitou os valores oferecidos pelo Hebei Fortune, da China, e se mudou para a Ásia, em 2017. Sua carreira nunca mais foi a mesma...

6. Anderson Talisca

Anderson talisca
Anderson Talisca poderia ter ido mais longe na carreira. / Simon Holmes/GettyImages

Anderson Talisca iniciou a carreira no Bahia e de lá deu saltos grandes, chamando atenção dentro e fora do Brasil. Em 2014, o meia-atacante estava em alta no mercado e, assim, fechou com o Benfica. Já na Europa, Talisca viveu bons e maus momentos e até passou por empréstimo no Besiktas, da Turquia.

Em seguida, apesar de ainda estar no radar de clubes do Velho Continente, o brasileiro seguiu o “coração financeiro” e assinou com o Guangzhou Evergrande, da China, onde acabou perdendo muito dos seus holofotes. Aos 28 anos, ele atua no Al-Nassr, da Arábia Saudita, bem longe dos centros do esporte.

5. Alexandre Pato

Alexandre Pato
Pato também sofreu com problemas físicos ao longo da carreira. / Power Sport Images/GettyImages

Um dos poucos brasileiros a já ter sido eleito Golden Boy, Alexandre Pato despontou no Internacional como “fora de série” e com esse rótulo despertou o interesse de vários clubes da primeira prateleira da Europa. Em 2007, foi vendido ao Milan, da Itália, e lá brilhou.

Porém, os anos passaram, e o atacante fez algumas escolhas que acabaram impactando diretamente na sequência da sua carreira. Uma delas foi se mudar para o Tianjin Queanjian, da China, onde “desapareceu”. Depois, ele até conseguiu uma aventura no São Paulo, mas nada além. Atualmente, o brasileiro atua no Orlando City, dos Estados Unidos.

4. Alex Teixeira

Alex Teixeira
Alex Teixeira perdeu força no mercado após ida para China. / Power Sport Images/GettyImages

Após chamar atenção no Vasco, Alex Teixeira se mudou para o Shakhtar Donetsk, da Ucrânia, e lá recebeu contatos de Chelsea, Liverpool e outros clubes. Mas, curiosamente, não seguiu por esse caminho. Em 2016, o meio-campista se mudou para o Jiangsu Suning, da China, e acabou perdendo força entre os principais times do mundo.

Hoje, aos 32 anos e muito mais rodado, o meia atua no Besiktas, da Turquia.

3. Ramires

Seleção Brasileira Chelsea Ramires Santos
Ramires era nome comum na Seleção Brasileira. / Power Sport Images/GettyImages

Ramires soube aproveitar os tempos na Europa. Cria do Cruzeiro, o volante construiu uma bela trajetória no Chelsea, onde conquistou a Champions League, e também passou pelo Benfica. Porém, nada é para sempre. Em 2016, o ex-meia da seleção brasileira tomou uma decisão controversa e fechou com o Jiangsu Suning.

O veterano ainda passou pelo Palmeiras após sair da Ásia, mas não brilhou e hoje está sem clube.

2. Hulk

Galo Atlético Hulk
Hulk se destacou por anos na Ásia. / Fred Lee/GettyImages

Mais novo ídolo do Atlético-MG, Hulk se tornou famoso em todo o mundo pelos anos na Europa, sobretudo pelos tempos no Porto, de Portugal, e no Zenit, da Rússia. O atacante, porém, nunca avançou como o imaginado e, no fim, acabou por largar tudo na elite e se mudar para o Shanghai SIPG FC, da China. Um movimento que lhe custou espaço na seleção e o tirou da mira de times europeus.

1. Oscar

Internacional Oscar
Oscar se despediu da elite do futebol muito novo. / Di Yin/GettyImages

Oscar abandonou tudo na Europa por uma ‘oferta irrecusável’ do Shanghai SIPG, da China, em 2017, quando atuou ao lado de Hulk. Grande promessa no Brasil, o meio-campista sempre foi apontado como ‘diferente’ e dono de muito potencial, mas acabou deixando a elite antes do imaginado.

Tempos atrás, o brasileiro até foi ventilado no Barcelona, mas o negócio não avançou.

facebooktwitterreddit