Listas

7 estrelas que o Bayern de Munique se arrependeu de ter deixado partir

Nathália Almeida
Kroos deixou saudade na Alemanha
Kroos deixou saudade na Alemanha / Boris Streubel/Getty Images
facebooktwitterreddit

Nem só de acertos de mercado vive o Bayern de Munique: ainda que seja reconhecido por suas grandes movimentações como a contratação de Robert Lewandowski a custo zero, o Gigante da Baviera também já perdeu jogadores que deixaram muita saudade na Allianz Arena.

A seguir, elencamos 7 estrelas que o Bayern se arrependeu de ter negociado:


1. Bastian Schweinsteiger

Bastian Schweinsteiger
Schweinsteiger deixou o clube em 2014 / Laurence Griffiths/Getty Images

O meia alemão é, sem dúvida, um dos melhores jogadores da história do clube bávaro, o qual defendeu entre os anos de 2002 e 2015, conquistando nada menos do que 21 títulos. Contudo, logo após a primeira temporada de Guardiola na Baviera, o treinador catalão decidiu que Schweinsteiger não cabia no estilo de jogo que gostaria de implementar no time, diminuindo a utilização do lendário camisa 31.

Diante deste cenário, acabou sendo negociado ao Manchester United por apenas 9 milhões de euros, uma venda que certamente dói no torcedor do Bayern até hoje.

2. Toni Kroos

Toni Kroos
Kroos foi vendido ao Real Madrid / EuroFootball/Getty Images

Cria das categorias de base do Bayern de Munique, Toni Kroos atuou por sete anos como profissional do clube alemão, erguendo 12 troféus durante seu tempo com a camisa vermelha. Infelizmente para o clube e para a torcida bávara, decidiu que não renovaria seu contrato e iria em busca de novas aventuras de carreira, rumando ao Real Madrid logo após a Copa do Mundo de 2014.

O Bayern fez o possível para mantê-lo, mas acabou sendo obrigado a negociá-lo por apenas 25 milhões de euros, dada a proximidade do fim de seu vínculo.

3. Thiago Alcântara

German DFB Pokal"FC Schalke 04 v Bayern Munchen"
Thiago faz muita falta ao meio-campo do Bayern / ANP Sport/Getty Images

Assim como Toni Kroos, a saída de Thiago Alcântara é uma que o Bayern de Munique, apesar de muito ter tentado, não conseguiu evitar. Contratado em 2013 junto ao Barcelona, o meia viveu sete grandes temporadas com a camisa bávara, erguendo 15 troféus neste período.

Contudo, apesar dos esforços da diretoria alemã em manter o camisa 6, Thiago estava decidido a buscar novas aventuras de carreira, em uma liga na qual ainda não tivesse atuado. Acabou assinando com o Liverpool no verão de 2020.

4. Michael Ballack

Michael Ballack of FC Bayern Munich celebrates scoring the second goal
Ballack era uma lenda do Bayern, mas decidiu rumar à Londres / Stuart Franklin/Getty Images

O meia alemão é um dos grandes que já passou pelo clube bávaro, tendo disputado 157 jogos com a camisa vermelha entre os anos de 2002 e 2006, somando 62 gols e sete títulos.

Quando vivia o auge de sua passagem pela Baviera, decidiu partir em busca de uma nova experiência de carreira, assinando gratuitamente com o Chelsea ao final de seu contrato com o Bayern. Um adeus bastante doloroso.

5. Lúcio

Bayern Munich's Brazilian defender Lucio...
Lúcio fez história com a camisa bávara / TORSTEN SILZ/Getty Images

Contratado em 2004, o ex-zagueiro rapidamente se tornou uma referência do Bayern, liderando o sistema defensivo e tendo grandes contribuições ofensivas. Com oito títulos conquistados, Lúcio pode ser considerado um dos melhores defensores da história da Bundesliga.

Em 2009, a partir da ascensão de novos defensores vindos da base do clube, o Bayern decidiu liberar o brasileiro para a Inter de Milão por apenas 7 milhões de euros. Na Itália, conquistou sete títulos e provou que os alemães tomaram uma decisão bastante equivocada.

6. Luca Toni

Luca Toni
Luca Toni deixou a Baviera por baixíssimo custo / Johannes Simon/Getty Images

O ex-centroavante italiano era um dos jogadores mais importantes do Bayern de Munique no período em que esteve no clube, anotando 58 gols em 88 partidas, uma média de 0,65. Ele conquistou cinco títulos com o clube alemão, foi o Chuteira de Ouro em 2005/06 e artilheiro da Bundesliga em 2008.

Surpreendentemente, o clube bávaro desistiu de Luca Toni em 2010, por contra de um atrito com Louis Van Gaal. Acabou sendo vendido ao Genoa por apenas 8 milhões de euros.

7. Mario Mandžukić

Mario Mandzukic
Mandzukic viveu melhor momento de sua carreira na Alemanha / Shaun Botterill/Getty Images

O atacante croata por muito tempo foi o artilheiro da equipe alemã, tendo anotado 48 gols em 88 jogos. Ele alcançou todos os títulos com o Bayern de Munique, mas um desentendimento com o treinador à época, Guardiola, acabou impedindo sua sequência na Allianz Arena: "Pep me decepcionou. Ele me desrespeitou e me impediu de ser o artilheiro da Bundesliga". Mario acabou indo para o Atlético de Madrid por 22 milhões de euros.

facebooktwitterreddit