7 artilheiros que ainda não marcaram gols na Copa do Mundo do Catar

Lucas Humberto
Artilheiro em 2018, Kane não marcou um gol sequer na atual edição da Copa do Mundo
Artilheiro em 2018, Kane não marcou um gol sequer na atual edição da Copa do Mundo / Visionhaus/GettyImages
facebooktwitterreddit

A presença de grandes estrelas e/ou destaques por clubes na Copa do Mundo costuma gerar bastante expectativa, principalmente se estivermos falando de atacantes. A promessa de gol é certa, não é mesmo? Bem, nem sempre. Às vésperas do início da terceira rodada do Mundial do Catar, alguns artilheiros natos em seus times ainda não desencantaram.

1. Harry Kane

Harry Kane, atacante da Inglaterra
Kane em ação pelos Três Leões / Visionhaus/GettyImages

Por vezes atuando mais na função de camisa 10 do que camisa 9, Kane começou muito bem a Copa. Foram duas assistências na goleada da Inglaterra sobre o Irã. Contra os Estados Unidos, o ídolo do English Team teve uma participação bem menos chamativa. De qualquer maneira, está faltando gol. Ainda mais se tratando do artilheiro da Copa da Rússia.

2. Edinson Cavani

Edinson Cavani, atacante do Uruguai
Cavani está em sua última Copa / KIRILL KUDRYAVTSEV/GettyImages

Mesmo longe de ser o goleador de outrora, Edinson Cavani participou dos dois compromissos do Uruguai até aqui, inclusive como titular contra Portugal. Ainda assim, nada de gols. Aliás, a Celeste abre a terceira rodada do Mundial sem ter anotado um tento sequer no Catar. Agora, não há mais margem para erro.

3. Vinícius Júnior

Vinícius Júnior, atacante do Brasil
Primeiro gol de Vini Júnior em Copas foi anulado / Marvin Ibo Guengoer - GES Sportfoto/GettyImages

Foi por pouco. Contra a Suíça, Vini Júnior deixou o seu e arrancou comemorações efusivas da torcida brasileira. Depois de alguns segundos, o tento foi anulado por impedimento. Pilar da Canarinho, absoluto, e dono de alguns dos lances mais agudos do time, o atacante do Real Madrid está demonstrando bastante empenho. É questão de tempo para o gol sair.

4. Darwin Núñez

Darwin Núñez, atacante do Uruguai
Núñez estava em grande fase antes do Mundial / Laurence Griffiths/GettyImages

Nove gols e duas assistências em 20 partidas pelo Liverpool. No Catar, 162 minutos disputados e nenhum gol pelo Uruguai. Se no caso de Cavani podemos argumentar que o declínio é evidente - e até natural -, Núñez, no alto dos seus 23 anos, deveria estar no auge físico e técnico. A grande fase parece ter ficado em Anfield.

5. Romelu Lukaku

Romelu Lukaku, atacante da Bélgica
Lukaku está voltando de lesão / James Williamson - AMA/GettyImages

Para o alívio da torcida belga, Romelu Lukaku está oficialmente de volta. Depois de perder o duelo contra o Canadá por lesão, o centroavante esteve em campo durante nove minutos na derrota para o Marrocos. A situação dos Red Devils é complicada. Mas, quem sabe a presença do camisa 9 não resolva parte dos problemas. Ele não costuma ficar zerado.

6. Dusan Vlahovic

Dusan Vlahovic, atacante da Sérvia
Listado entre os destaques sérvios, Vlahovic está esquentando o banco no Catar / ANDREJ ISAKOVIC/GettyImages

Ao lado de Mitrović, Vlahovic era o nome mais listado entre as principais armas da Sérvia. Não surpreende. Em geral, o atacante não encontra dificuldades para mostrar serviço. Contudo, na Copa, por alguma razão ainda não especificada, o atleta da Juventus só esteve em campo por 24 minutos. Contra Camarões, por exemplo, ele nem saiu do banco.

7. Thomas Müller

Thomas Müller, atacante da Alemanha
Müller está devendo na Copa / BSR Agency/GettyImages

Quem apostava na qualidade da Alemanha nesta Copa está se surpreendendo negativamente. Embora não estejamos responsabilizando apenas Thomas Müller pela má fase generalizada, o atacante do Bayern de Munique é um dos líderes da equipe. E, por enquanto, ele não conseguiu chamar a responsabilidade nem da criação e muito menos da decisão.

facebooktwitterreddit