​Unanimidades no futebol são raras, mas o futebol brasileiro ofereceu ao mundo algumas delas, como Ronaldo. Dentro das quatro linhas e no auge, o centroavante carioca foi um dos maiores de sua posição, inspirando toda uma geração de camisas 9 como ​Zlatan Ibrahimovic e Lukaku, fãs 'de carteirinha' do nosso Fenômeno. A missão de sucedê-lo na Seleção Brasileira - onde fez história e conquistou o mundo sendo protagonista -, tem sido bastante ingrata para todos que tentam... Vamos relembrar quem já vestiu a pesada 9 após a 'era Ronaldo'?


Vagner Love

Brazilian player Vagner Love celebrates

Atualmente no Corinthians, Love disputou 25 partidas pela Seleção Brasileira. Vestiu a camisa 9 durante a Copa América de 2007, conquistada pela Canarinho sobre a ​Argentina.


Luís Fabiano

Brazil's striker Luis Fabiano celebrates

Ídolo da torcida do São Paulo, o centroavante campineiro estreou com a Amarelinha em 2003 e foi convocado pela última vez em 2013, para amistoso. Vestiu a 9 na Copa do Mundo de 2010.


Alexandre Pato

Alexandre Pato

Pelo talento/potencial que tinha, Pato poderia ter sido o 9 da Seleção na década de 2010, mas as lesões e irregularidade impediram. Disputou 28 jogos pela Canarinho, portando a 9 durante a Copa América de 2011.


Fred

Fred

Convocado pela primeira vez em 2005, Fred caiu no 'ostracismo' da Amarelinha após o estigma criado pela Copa do Mundo de 2014 ruim. Defendeu a Seleção Brasileira em 39 partidas.


Diego Tardelli

Diego Tardelli

Não teve vida longa na Seleção, apesar do talento inquestionável. Foram apenas 14 jogos pela Canarinho, sendo o camisa 9 de Dunga na equipe que disputou a Copa América de 2015.


Gabriel Jesus

Gabriel Jesus

Entre altos e baixos, bons e maus momentos, ​Gabriel Jesus é o nove de confiança de Tite. É um dos jogadores mais convocados da 'era Tite'. Mal na Copa do Mundo de 2018, deu a volta por cima e foi bem na Copa América de 2019, conquistada pelo Brasil.


Richarlison

Richarlison

O jovem atacante ex-Fluminense tem sido constantemente convocado por Tite e usou a pesada camisa 9 em amistosos recentes contra Peru e Colômbia, nos Estados Unidos. Ele herdou o número, já que Gabriel Jesus não pôde ser convocado devido à lesão.